Facvest
Início Site

Nova prefeitura até lá perto do Aeroporto

0

Está publicada a revogação da licitação que iria escolher a empresa responsável pelo projeto do novo Centro Administrativo de Lages. Pensado para uma estrutura na ordem de R$ 30 milhões, ideia é levantá-lo através de um financiamento (a ser custeado pelo valor que se gasta com locação atualmente na prefeitura) ou então através de uma PPP – Parceria Público Privada.

MAS…

O problema é que para se viabilizar uma PPP o edital lançado se tornaria muito engessante. “Nesse edital se trabalhou com a hipótese exclusiva do novo Centro Administrativo ser construído ao lado da rodoviária. Porém, precisamos de uma proposta mais flexível até para, de repente, colocar aquele terreno na negociação e a nova prefeitura ser construída em outro local”, esclarece o secretário de Planejamento e Obras, Clayton Bortoluzzi.

PARA VOCÊ ENTENDER A QUESTÃO

A licitação lançada trabalhava apenas com a hipótese da construção ocorrer na Avenida D. Pedro II. Mas o primeiro órgão que se bateu à porta em busca de financiamento deu resposta negativa por causa da realidade econômica da prefeitura (que não permite acessar grandes valores de financiamento). Assim, tão logo se deparou com essa realidade, Bortoluzzi e seus técnicos passaram a ver na PPP uma alternativa a ser melhor considerada.

E…

“Nesse sentido era preciso alterar o edital. Tanto que havia conversado com o Fabiano (Ventura, presidente do Observatório Social) que haveria a revogação para lançarmos um novo”, cita o secretário de Planejamento. Bortoluzzi lembra que já havia decisão pela revogação quando veio a ponderação do Observatório sobre a análise do edital. “Quero dizer que foi importante a observação que recebemos, mas não determinante, visto que, independente da análise do Observatório Social a licitação seria refeita para trabalharmos a ideia de não engessar a necessidade do projeto apenas na Avenida D. Pedro II, sem qualquer flexibilidade”.

Um Centro Administrativo nesse local, portanto, passou a ser apenas uma possibilidade. Mas a nova prefeitura poderá ser levantada em outra região da cidade

 

E SE NÃO FOR NA AVENIDA D. PEDRO

ONDE SERIA A NOVA PREFEITURA?

Esse é o ponto principal da revogação da licitação para se apresentar um novo edital. Um grupo estuda ideia de apresentar proposta em forma de PPP com o município de Lages. Poderia inclusive entrar o terreno ao lado da rodoviária no negócio e se erguer o novo Centro Administrativo nas imediações do Aeroporto de Lages (lá perto onde é para ser construída a sede da Amures).

E BORTOLUZZI GARANTE

“Tudo se processará de forma aberta e transparente, atendendo a legislação, mas com o ponto pacífico de que, sempre considerando a proposta mais vantajosa para o município, construir-se um novo Centro Administrativo”.

Secretário Bortoluzzi: Um passo atrás na construção do novo Paço para desengessar o edital de licitação e se trabalhar com a ideia do novo Centro Administrativo poder ser construído em qualquer lugar da cidade, através, talvez, de uma PPP.

Lages fora da lista dos 10 maiores PIB

1

Diretor da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Sustentável e vice-presidente da Acil, Juliano Chiodelli compartilhou ainda na quinta-feira, 14, os dados divulgados sobre o PIB catarinense de 2015. O PIB é a soma de todos as riquezas nos diversos setores da economia (indústria, comércio, prestação de serviços e etc).

TOP DEZ DE SANTA CATARINA

Os dados do PIB se constituem num indicativo do comportamento da economia em cada município. Lages não aparece entre as dez maiores economias do Estado. O PIB da paróquia foi de R$ 4.789.392.251,00 em 2015. Esse montante significa cerca de R$ 250 milhões a menos que Brusque, a décima maior economia.

Os dados divulgados pela Fecam apontam Joinville na liderança. E observe que entre as 10 maiores economias do Estado, apenas São José não apresentou encolhimento do PIB em 2015

Quando o assunto é indústria, Lages aparece entre as 10 maiores economias de Santa Catarina. Em Jaraguá e Brusque mais de 30% do PIB vem da indústria. Lages está numa posição intermediária com 1/4 do PIB originado do setor industrial.

Outro dado interessante: São Joaquim tem 29,36% de seu PIB na agropecuária, sendo o terceiro município que mais fatura nesse setor. Lages nem aparece entre os 10.

EM TEMPO

Se você quiser acessar direto a planilha da Fecam com os dados sobre o PIB de 2015, clica aqui!

Unifacvest fecha um ano de consolidação

0

Aparecer em rankings de avaliações oficiais um ano pode até ser um desvio de padrão na coleta de dados. Mas a presença em tais rankings de maneira consecutiva, inclusive melhorando o posicionamento, é a confirmação da consolidação no critério de qualidade de ensino. É por causa dessa realidade que o Centro Universitário Unifacvest fechará o ano com muitas razões para comemorar.

E…

Por causa dessa posicionamento com qualidade os eventos de final de ano tem certo sentimento de comemoração. Foi assim no chamado Natal Encantado Univest, o braço do ensino Infantil, Fundamental e Médio desse grupo educacional de Lages.

Cada detalhe foi pensado para uma sequência de apresentações dos próprios estudantes Univest para familiares, amigos e comunidade

Durante duas noites (12 e 13 de dezembro) o auditório ficou assim repleto pelas apresentações dos próprios estudantes

No palco, esses gigantes fazendo o que  mais sabem: encantar os familiares e amigos…

As apresentações do Natal Encantado Univest foi realizado pelos alunos da Educação Infantil e do Ensino Fundamental.

Imagens: Assessoria Comunicação Unifacvest

Lages: Revogada licitação da nova Prefeitura

1

Folheando o Correio Lageano desta sexta-feira eis que aparece o edital revogando a licitação prevista para o começo de janeiro que iria escolher a empresa responsável por elaborar o projeto para a nova prefeitura (Centro Administrativo) na Avenida D. Pedro II. Pelos argumentos, a revogação decorre de justificativa apresentada pelo secretário Clayton Bortuluzzi (Seplan) e parecer da Procuradoria. “Presente a supremacia do interesse público”.

INFORMAÇÃO DO OBSERVATÓRIO

O presidente do Observatório Social de Lages, engenheiro Fabiano Ventura, compartilha, no entanto, a informação sobre a real razão da revogação do edital. Aponta que foi analisado o teor do referido edital, o qual apresentava fragilidade que poderia resultar em sobrepreço na ordem de exatos R$ 886.688,47. A concorrência pública tinha valor estimado fixado em R$ 2.559.358,49.

O QUE ACONTECE AGORA?

Com a revogação do edital, as eventuais fragilidades apontadas serão revistas para quem um novo certame seja lançado com o propósito de se escolher a empresa que irá elaborar o projeto.

Roberto Provezzani e Bortoluzzi no registro de arquivo observando a proposta do futuro Centro Administrativo no terreno aos fundos, situado na esquina das Avenidas Brasil e D. Pedro II. A licitação da empresa que irá elaborar o projeto completo foi revogada e uma nova será lançada após correções sugeridas pelo Observatório Social

 

CONSTRUTORA TERRA APRESENTA:

O LANÇAMENTO RESIDENCIAL MARIAH

Venha morar bem numa localização excelente, perto de tudo. Consulte preços e outras informações desse novo empreendimento com a marca Terra Engenharia!

O Residencial Mariah está sendo construído na Avenida Papa João XXII em Lages. Informações e vendas: (49) 99162 6278 e 3226 2327

Colegiado: Sem qualquer mudança no Paço

0

Segmentos da área de comunicação têm ventilado hipótese ou possibilidade do prefeito Antônio Ceron fazer mudanças em sua equipe de primeiro escalão. Fala-se em desgaste do Procurador Agnelo Miranda, desempenho insatisfatório em secretarias chaves. Entretanto, as cogitações, pelo informado, não tem qualquer fundamento. “Não tenho previsto e não pretendo fazer qualquer mudança”, confirma o próprio prefeito Ceron, durante conversa que tivemos na quarta-feira, 13.

Única mudança no Paço é a entrada de Juliano Polese como interino em janeiro por conta das férias do prefeito, providência inclusive para demonstrar harmonia entre PSD e PP no Executivo

PROCURADORIA FORTALECIDA

Para quem aponta algum desgaste do procurador Agnelo Miranda, o seu respaldo junto à administração é um dos mais sólidos e elogiados. O advogado que responde pela área jurídica da Prefeitura, juntamente com uma equipe bastante afinada, tem embasado suas decisões, pareceres e orientações em critério absolutamente técnico. Não há qualquer ingerência política na tomada de decisões, inclusive atendendo a orientação do próprio prefeito Ceron, desde o princípio. Isso tem causado algumas rusgas, mas nada que desvirtue a linha de trabalho de Agnelo Miranda e equipe.

Com desenvoltura de atuação na retaguarda jurídica e presente em situações que exigem posicionamento (como na imagem acima na Câmara), Agnelo Miranda tem recebido elogios pela atuação com a equipe na Procuradoria do Paço

Farmácias Sesi: Rede atende 500 mil por mês

0

Por causa do convênio com a Caasc, as Farmácias do Sesi acabam sendo nossa referência para compra de medicamentos como o Pristiq que o Dr. Júlio Gargioni receitou com sucesso para o controle de enxaqueca. Mas o assunto não é sobre a Caasc e nem a enxaqueca, mas a respeito do reposicionamento da rede de farmácias Sesi do sistema Fiesc. Gradativamente as 76 unidades receberão nova roupagem com a marca farmaSesi com direito a slogan e logotipia modernos.

MEIO MILHÃO DE CLIENTES POR MÊS

Nessas 76 unidades que as Farmácias do Sesi possuem em Santa Catarina, ocorrem em média 500.000 atendimentos todos os meses. São 16.000 atendimentos todos os dias com produtos e medicamentos apresentando preços bastante competitivos. “Educação e saúde para o trabalhador são objetivos centrais para as entidades da Fiesc. A Aliança Saúde Competitividade e a ampla oferta de serviços voltados à saúde e segurança do trabalhador pautam a atuação do Sesi. A rede de farmácias sempre foi parte desta estratégia”, diz o presidente da Fiesc, Glauco Côrte.

Esta é uma loja conceito da nova marca farmaSesi, a tradicional rede de farmácias do Sistema Fiesc que atende meio milhão de catarinenses todos os meses

Imagem: Thiago Braga

Bocaina define Câmara e lança Mostra

0

Vereador Juarez Sutil foi eleito para um mandato tampão como presidente da Câmara de Bocaina do Sul, com o deslocamento do então presidente Cláudio Schmoeller para a Chefia de Gabinete da Prefeitura. Na noite desta quinta-feira, 14, ocorreu a eleição para o comando do legislativo em 2018. Por 5 votos favoráveis e 4 abstenções da oposição, Juarez Sutil, conhecido popularmente como Biga, foi reconduzido para o cargo de presidente da Câmara.

Biga entre as vereadores Maryana de Liz (que é Secretária da Saúde) e Soraia Schlichting reeleito presidente da Câmara em Bocaina. No registro Kadão (esquerda), o prefeito Luiz Schmuller, o secretário Jaga (vermelho), Jonas Assink e Renaldo Basquerote, o simpático Macarena

BOCAINA LANÇA HOJE A

MOSTRA DO CAMPO 2018

Prevendo que este ano seria de dificuldades, o prefeito Luiz Carlos Schmuller optou pela não realização do principal evento de Bocaina do Sul. Assim, a Mostra do Campo deixou de acontecer, tendo sido programada para abril de 2018. E o evento será lançado neste dia 15 de dezembro, hoje, juntamente com a programação natalina desta sexta-feira.

Prefeito Schmuller (direita) neste registro de arquivo com seu chefe de gabinete, o vereador Kadão e a cautela nos gastos em 2017

Lages calibra medidores de velocidade

0

Diretran cuidou das aferições periódicas das lombadas eletrônicas e furões instalados em ruas e avenidas de Lages. Quando as aferições ocorrem, é necessário a interdição do trânsito em determinados pontos, para que os técnicos possam trabalhar com segurança, pois eles se utilizam de veículo, com deslocamento em certa velocidade, cruzando pelos pontos de lombadas e furões (para testes nos equipamentos).

Imagem bacana a partir da Rua Frei Gabriel no trabalho dos agentes de trânsito para a aferição do furão da esquina da Carahá

PROTOCOLO DO INMETRO

Nestes pontos, o fluxo de trânsito é normalizado, imediatamente após o término dos trabalhos técnicos de aferição. “São trabalhos realizados periodicamente e de acordo com normas do Inmetro. A aferição técnica deve ser feita em todos os pontos de lombadas eletrônicas, dentro de uma escala de tempo determinada”, explica Jacinto Bet, Executivo de Trânsito de Lages.

Trabalho do Imetro, que é o órgão estadual derivado do Inmetro, para dar validade às notificações de trânsito a partir de medições feitas pelo furão da esquina das Avenidas Castelo Branco e D. Pedro II

 

POR FALAR EM REDUTOR

ELETRÔNICO DE VELOCIDADE

Os equipamentos de rodovias federais em Santa Catarina (radares em vias rurais) estão temporariamente desativados. As estruturas receberam plástico preto e agora deverão ser retirados dos respectivos locais para que os espaços fiquem liberados. A empresa que vencer a licitação irá instalar novos equipamentos, mas isso pode levar algum tempo. Importante observar que as chamadas lombadas eletrônicas, mantidas por outras empresas, seguem funcionando e multando quem exceder os limites. Na dúvida, se você não sabe se está funcionando (multando) ou não, passe pelos locais dentro dos limites de velocidade constantes de placas de sinalização.

Esse redutor eletrônico na frente do cemitério Parque da Saúde foi desativado, mas logo ali na frente tem o trevo. Se você não reduzir para 60 km/h pode ser perigoso. E logo adiante, na lombada eletrônica na mesma BR-282, perímetro urbano de Lages, antes de chegar no viaduto da Duque, a multa segue sendo registrada normalmente para quem exceder os limites.

Semasa: 1.000 caixas d’agua se encherão…

0

Uma caixa d’água custa cerca de R$ 220,00 e esse valor pode chegar a R$ 400,00 se incluir valor da mão de obra para instalar e mais algumas peças. Daí que nem todas as famílias têm condições de arcar com esse custo. Razão pela qual o secretário Jurandi Agostini (Semasa) aposta tanto na iniciativa de doar as caixas para famílias mais necessitadas.

Já foram realizadas entregas para 57 famílias no loteamento Gralha Azul e estão em andamento os repasses de 108 no Novo Milênio. As próximas comunidades a receberem caixas d’água são residentes no Vista Alegre. Entre este e o próximo ano serão entregues cerca de 1.000 caixas gratuitamente. As empresas prestadoras de serviço à Semasa e outras, também de modo voluntário, doam os equipamentos e a própria secretaria faz a instalação nas residências.

SEMASA E O DESAFIO

DE NÃO FALTAR ÁGUA

Segundo o secretário Jurandi Agostini, houve providências para tentar evitar a falta d’água nesse período de maior consumo:

“De 12 meses do ano nós temos problemas de água em três, quatro em função do alto consumo. Nossa rede é muito antiga e estraga muito. Uma terceira bomba foi instalada nesta segunda-feira (11) no local de captação no rio Caveiras. Eram 600 litros por segundo e a vazão foi aumentada em mais 40 litros por segundo. Se não houver rompimentos acredito que não teremos problemas”.

Jurandi por testemunha na peregrinação do prefeito Ceron durante a entrega de caixas d’água no bairro Guadalajara

 

O GRINGO E A PIAZADA

Durante a caminhada no bairro Guadalajara o prefeito dialogou com os moradores e encontrou até um trio que entende tudo de futebol…

– É verdade que o senhor torce pro Botafogo?

Pro Botafogo e para o Real Madrid!

 

Imagens: Greick Pacheco

Reforma: Carmen ganha 60 dias para decidir

1

Um fôlego para quem está prestes a cumprir tempo de contribuição ou idade para se aposentar e que poderia ser atingido pela reforma da previdência. Antes de julho do ano que vem a mudança – em sendo aprovada – não estará em vigor. É que a Câmara dos Deputados anunciou para 19 de fevereiro, sete meses antes da eleição, a votação do projeto de reforma.

E…

Com a eventual votação nesse dia na Câmara, depois o projeto vai ao Senado e ainda será votado em mais um turno nas duas casas legislativas. A partir da aprovação seriam mais 120 dias para entrar em vigor. Coisa, portanto, para o segundo semestre de 2018.

60 DIAS PARA DEIXAR

INDECISÃO DE LADO

Com essa decisão de não votar agora a reforma da previdência, deputados que estavam indecisos, como é o caso da lageana Carmem Zanotto ganham dois meses e uma semana para se decidir. Tempo suficiente para reflexão e análise perante as bases do significado do voto contra ou a favor.

Carmen Zanotto, entre aqueles parlamentares indecisos sobre como votar no projeto da reforma da previdência. Ganha-se tempo para decidir, embora isso signifique que a votação ficará ainda mais perto da eleição de 2018

Praça no Navio e calçadas na Av. Camões

1

Por meio das chamadas emendas impositivas, deputado Gabriel Ribeiro destinou R$ 5,7 milhões previstos no orçamento de 2018. Esses recursos serão distribuídos para alguns alguns municípios da Serra Catarinense e de outros regiões. Do montante, a metade deve ser investido na área da Saúde e outros 25% para a Educação. “Definimos a destinação de emendas a partir de solicitações dos municípios”, aponta o parlamentar.

CAMÕES E PRAÇA DO NAVIO

Dentro do percentual das emendas impositivas que é possível investir em infraestrutura, dois projetos serão contemplados pelos recursos previstos pelo deputado Gabriel para Lages. Um deles é a construção de uma praça nas imediações da Igreja do Navio. Outra iniciativa interessante é a padronização de passeios ao longo de toda a extensão da Avenida Camões, que corta o bairro Coral.

Deputados titulares que estavam na equipe de Colombo, como Comin (em pé), Pavan, Caropreso e outros retornaram à Assembleia Legislativa para assinar o acesso às emendas impositivas. Ou seja, os suplentes que estavam nos cargos ficaram chupando no dedo. No registro acima Gabriel Ribeiro, Milton Hobus, Minotto e Darci Mattos nos encaminhamentos das emendas.

Inter terá time competitivo para o Catarinense

0

Se você ouviu os colegas Élcio José e Vantuir Rech dialogando na Clube FM sobre dúvidas a respeito do time que teremos para o Campeonato Catarinense; Se você escutou o apresentador Ricardo Córdova e seu elenco da Band FM preocupados sobre o time que representará Lages em campo, esses profissionais que lidam com o noticiário esportivo têm suas razões. Por uma questão puramente orçamentária, houve atraso nos encaminhamentos para formar o time que irá estrear dentro de 33 dias no Catarinense.

MAS O TIME ESTÁ A CAMINHO

Porque entende de elenco, e isso ninguém pode duvidar, o presidente Cristopher Nunes tem em mente o plantel que reforçará o time já existente. Claro que a essas alturas da véspera do campeonato, não existem muitos nomes disponíveis no mercado da bola. Mesmo assim carece ser otimista e acreditar que teremos aquilo que a diretoria colorada se propõe: fazer um time competitivo para enfrentar gigantes como Chapecoense, Criciúma, Figueirense, Avaí e assim por diante.

VISÃO SOBRE O QUE SE

TERÁ PARA INVESTIMENTO

Segundo o presidente do Internacional, não se antecipou contratações porque era necessário uma visão mais clara daquilo que o Clube terá para investir. “Não podemos errar e nem nos endividar, formando um plantel que nos dê dificuldades de gerir financeiramente. Assim, retardamos as providências, aguardando algumas respostas. Mas tenho certeza que, em dando tudo certo, o torcedor terá um time competitivo”, resume Cristopher Nunes.

MAIS TORCIDA NO TIO VIDA

Além da busca de parceria da iniciativa privada e o apoio de lideranças políticas, a diretoria colorada aposta na maior adesão da torcida. “Teremos preços populares para setores do estádio e somos conscientes que o aumento de público está ligado a resultados. Daí a importância em acertarmos um bom time”.

PARCERIAS E NOTICIÁRIO POSITIVO

Cristopher Nunes cita que terá Clube FM, Band FM e Menina FM como emissoras parceiras cobrindo os jogos. “E todas essas emissoras nas transmissões, assim como os outros meios de comunicação ajudando criar esse clima positivo, são fundamentais para o Inter”, cita o Presidente.

Internacional de Lages estreia dia 17 de janeiro e o desafio é um time competitivo para voltar a encher o Tio Vida