Timber by EMSIEN-3 LTD
Blog

0 958

Tem quem diga que os ataques de Leão Baio nas fazendas de cima da Serra sejam apenas folclore. Que o bicho existe em pequena quantidade, sem colocar em risco o rebanho de ovelhas. Mas os ovinocultores (criadores de ovelhas) não pensam desse jeito. Tanto que o rebanho foi extremamente reduzido nas propriedades. Criar esses animais para sustentar o felino não está nos planos dos produtores rurais.


ATAQUE RECENTE?

Colega Paulo Marques compartilhou no Grupo de Imprensa um registro que obteve de amigo no interior de Lages. Trata-se de duas ovelhas que foram abatidas e que amanheceram na própria mangueira estiradas ao relento. A crença é de que um Leão Baio passou pela propriedade deixando a marca.

A imagem mostra duas ovelhas mortas em plena mangueira. A suspeita é de que o felino mais temido da Coxilha Rica voltou a atacar até mesmo perto das propriedades



OLHA QUEM VEM CANTAR EM LAGES…

Porque agora elas estão deitando e rolando, no sentido musical é claro, Betinho & Alex Eventos trazem uma das mais tocadas no verão. Naiara Azevedo quando passar o mês do carnaval…

0 1810

Janeiro tem sido trágico na Serra. Pelo menos nos rios que cortam a região e em açudes. No final de semana passado, foram registradas duas mortes por afogamentos, sendo uma no Rio Caveiras em Lages e outra na barragem de Correia Pinto. Neste sábado, 21, outras duas pessoas perderam a vida nas águas da Serra.


AFOGAMENTOS EM AÇUDES

Jean Carlo Siqueira Koeche tinha 32 anos e estava num açude na localidade de Guará (saída para a Coxilha Rica pela estrada de Morrinhos). Ele desapareceu nas águas do açude e o corpo foi encontrado já sem vida. Mesmo destino lamentável e triste teve Matheus Roberto da Silva. O rapaz com apenas 20 anos pereceu nas águas de um açude no localidade de Cadeados (interior de Lages).

Jatir Fernandes acompanhou as ocorrências para um dos sites mais acessados de Lages – Notícia do Ato – e deu para ter noção do trabalho dificultoso que os Bombeiros realizam para atender essas ocorrências


Imagem: Jatir Fernandes (Notícia no Ato)

0 504

Na terça-feira, 24, celebrações em Otacílio Costa (a cidade onde passou a maior parte da vida) e em Campo Belo do Sul (onde era prefeito e antes pároco) marcarão o primeiro mês da morte de Padre Edilson. Ele morreu na véspera do Natal em um trágico acidente na BR-116 no município de Capão Alto. Se tivesse vivo, neste domingo, 22, estaria completando 51 anos.

A última imagem – feita pelo Zé Rabelo – do amigo que perdemos!



PREFEITO DOUTOR TADEU:

‘JAMAIS ESPERÁVAMOS ISSO’

Conversamos com exclusividade para o Jornal Correio dos Lagos com o prefeito que substituiu Padre Edilson em Campo Belo. O teor do texto publicado é o seguinte:

José Tadeu Martins de Oliveira, conhecido por todos como Doutor Tadeu, toca desde o dia 26 de dezembro a prefeitura de Campo Belo. Exatamente três semanas após assumir a missão, conversamos com ele. Antes de qualquer coisa, ele evidencia profundo pesar pela tragédia que tirou vida de Padre Edilson. “Jamais esperávamos isso. Pegou todos de surpresa e causou profunda comoção e abalo em todos nós”. Segundo Doutor Tadeu, o trabalho em conjunto que fazia com Padre Edilson é que tornou menos difícil assumir o cargo de prefeito. “Tínhamos feito um planejamento com o Padre. E estamos procurando manter aquilo que foi decidido”.

De acordo com o prefeito de Campo Belo, um dos desafios é economizar ao máximo. “Por isso nomeamos apenas três secretários e já fizemos as rescisões daqueles que terminaram o mandato conosco”. Segundo Tadeu, à medida que for sendo necessário, pretende chamar aqueles que passaram no concurso realizado. “Estamos procurando equilibrar a gestão porque os municípios passam por um momento difícil”. O prefeito diz que tem atuado com respeito às pessoas e muita transparência. “Sou acostumado a atuar mais diretamente com as pessoas, mas nesses primeiros dias temos nos dedicado mais a reuniões com a equipe”.

Doutor Tadeu aqui na posse dia primeiro de janeiro e uma missão ingrata pela surpresa da morte do colega de peleia em Campo Belo

0 241

Governador Colombo foi à sede do TRF de Porto Alegre acompanhar a despedida ao Ministro morto em acidente aéreo:

“Era um catarinense que se destacou na vida profissional, no mundo judiciário, com grande qualidade, uma postura muito ética, equilibrada e com bom senso. Construiu uma credibilidade que era importante para o país nesse momento tão difícil. Nós temos que tomar decisões duras, manter o equilibrio, e Teori vinha cumprindo com grande destaque essa missão”.

Governador Colombo com Michel Temer e o governador gaúcho José Ivo Sartori. Com eles José Serra e Eliseu Padilha, além do presidente da Câmara, Rodrigo Maia


COLOMBO SOBRE A

ATUAÇÃO DE TEORI NOS STF

“Ele estava fazendo um trabalho extraordinário. Tinha a confiança e credibilidade de todos em uma área difícil como a que estava atuando. Talvez fosse o maior desafio da sua vida profissional. Tínhamos a segurança absoluta que dali sairiam decisões equilibradas, com o intuito de cumprir o seu dever. Ele estava desempenhando um papel estratégico e histórico para o país”.

Teori era catarinense, natural de Faxinal dos Guedes. Parte de sua família reside em Xanxerê. Ele era gremista e recebeu uma camisa da Chapecoense (doada pelo deputado Merísio), time pelo qual Teori tinha bastante carinho.


Imagens: Julio Cavalheiro/Secom

0 311

Em mais um teste na pré-temporada que começa no próximo final de semana (exatamente contra a Chapecoense), o Internacional de Lages cruzou o Rio Pelotão para dois jogos treino no território gaúcho. Na quinta-feira venceu o Passo Fundo e neste sábado, na disputa realizada em Viamão, na Grande Porto Alegre, os técnicos abusam nos testes (esse era o objetivo do jogo treino) e a partida ficou sem gols. Na retaguarda em Lages houve torcedor – gremista é claro – apontando que o confronto dos dois Inter é uma antecipação daquilo que pode ser clássico na Série C em 2018. Para tanto basta o colorado dos pampas descer um degrau no Brasileirão e o colorado lageano passar pela Série D na disputa deste ano.

E não dá para dizer que a disputa não foi pegada no campo de treino em Viamão…

Técnico Joel Cornelli (Inter de Lages) aproveitou para testar praticamente todo o elenco que tem disponível para o Campeonato Catarinense 2017

No registro de Nilton Wolff, que boleou a perna até Viamão/RS para acompanhar o teste, Michel Schmöller fazendo o que mais sabe: Mostrando garra!


Imagens: Nilton Wolff (O Goleador)

0 84

Polícia Militar de Lages apresentou dados sobre a atuação em 2016. As informações confirmam aquilo que a ampla maioria da população já sabe: A PM atua e se constitui numa das instituições de maior credibilidade de Lages.

Separamos alguns dados daqueles compartilhados pelo Comandante Tenente Coronel Alfredo dos Santos (foto acima), para dar a você uma noção maior sobre a atuação da briosa e reforçar a visão de que, apesar de limitações e do aumento da criminalidade, a PM atua com fortidão na paróquia:

Esse é o somatório do ano dos atendimentos realizados pela corporação


PRINCIPAIS TIPOS DE OCORRÊNCIAS

Acidentes de trânsito responderam por 1/3 das ocorrências atendidas pela Polícia Militar no ano passado


ALÔ À PM

Embora seja ato criminoso, a prática do trote contra a corporação não dá trégua


COMBATE AO TRÁFICO DE DROGAS

Foram 5 flagrantes por dia, totalizando ao todo 2.075 ocorrências do gênero ato todo. Atentem para a quantidade de maconha apreendida, por exemplo, representando um desfalque na atuação de traficantes em Lages


APESAR DE ALGUNS CRIMES

VIOLENTOS, LAGES AINDA É SEGURA

Foram retiradas 109 armas de circulação durante os 365 dias de 2016


LAGEANO É PÉSSIMO

EM ESTACIONAR VEÍCULO

Nós que peleamos na boléia, pelo jeito, precisamos melhorar a forma e o local onde estacionar. A maioria das multas aplicadas pela PM no ano passado foi por causa de estacionamento em local proibido. “É bem rapidinho”, justificamos para ‘abandonar’ o carro em local errado.

Observe que a ausência do cinto de segurança ao volante é a segunda causa de multas


P. S.

Os dados foram apresentados pela Polícia Militar a partir da copilação de toda a atuação em 2016.




CONSTRUTORA TERRA: SUA OPÇÃO PARA

COMPRAR IMÓVEL DE QUALIDADE

Onde você quer morar em Lages?

Consulte a Terra Engenharia. A empresa de enorme credibilidade em Lages pode ter a solução para você morar bem e fazer um grande investimento dentro do seu padrão de vida.

Empreendimento acima é o Residencial Centenário que já está em construção e tem unidades financiáveis pela CEF. As últimas unidades da primeira torre estão disponíveis. Para mais informações ligue aqui (49) 99162 6278. Conheça essa opção e muitas outras no portal da Terra Engenharia!

0 358

Você sabe o que o Supermercado Todo Dia, a Casa das Roçadeiras o Bar do Fritz, a Rodonaves, a lanchonete O Café e o Leo Vargas têm em comum?

É a mesma coisa que a Cooperplan, Myatã, Ronaldo Automóveis, MV Prestadora de Serviços, Lojas Código e Spotech também têm…

Assim como a Construmax, Supermercado e Agropecuária Geremias, Posto Guarujá, Panificadora SID e Ki-Bola também têm em comum.


O QUE É?

São 17 empresas que se somam a outras 26, totalizando 43 que estão apoiando o Campeonato Amador 2017 de Lages. O evento começa neste sábado, 21, no chamado Campo do Amador no bairro Pisani, a partir das 16 horas. É o primeiro campeonato sob o comando de Reginaldo Heine como presidente da LSF – Liga Serrana de Futebol. Foram colocadas 30 placas à venda para ajudar na manutenção de campo e apoio aos times e houve adesão de 43 empresas.


VISITA ILUSTRE

Porque estava na paróquia nesta sexta-feira, deputado Benedet deu uma passada no Campo do Amador para conferir o palco dos jogos.

Reginaldo Heine, presidente da Liga, ao lado do deputado Benedet, vereador David, o obreiro Márcio Santos que tem nome de craque e meu amigo Fernando Madeira (direita). O Campeonato Amador, devidamente repaginado, promete emoção e integração campo afora!

0 1808

É importante que a sociedade tenha acesso a essa realidade financeira traumática pela qual passa a administração pública municipal de Lages. Da mesma forma, é salutar que fiquem mais claros alguns itens que integram os dados ali apresentados. Prefeito Ceron foi cauteloso ao anunciar os números (citando dívidas dos 250 anos de Lages) porque muitos dos débitos foram contraídos ao longo do tempo pela prefeitura, não sendo herança exclusiva da administração anterior (Elizeu e Toni). Observe-se alguns exemplos apresentados:


SETECENTOS MIL

AO LAGESPREVI

Esses R$ 734.421,21 que a prefeitura desembolsa mensalmente ao Instituto e Previdência do Município não será amortizado com mais contribuições (daqueles que forem chamados no concurso, por exemplo). Esse montante decorre de um cálculo da chamada segregação previdenciária. A prefeitura pagará tal montante ‘toda vida’ enquanto ‘servidores aposentados das antigas’ estiverem recebendo benefícios ou depois desses falecidos, seus dependentes tenham acesso a pensão. O valor somente será amortizado quando esses benefícios deixarem de serem pagos.

Embora o papel aceite tudo, muitas das dívidas apresentadas não ficaram bem claras a origem e a razão das mesmas existirem!


HÁ OUTRO DÉBITO

COM O LAGESPREVI

Aquele outro valor ao Instituto de Previdência que consta nos planilhas apresentadas se referem ao fato do então prefeito Renatinho (e sua equipe) terem deixado de recolher a parte patronal ao LagesPrevi durante boa parte do último ano da administração. O valor foi somado, parcelado e está sendo resolvido, sendo que o débito eram bem maior quando o então prefeito Elizeu assumiu e foi descoberto o ‘esquecimento’ da administração Renatinho.


SETE MILHÕES À SC PARCERIAS

Na verdade a dívida à SC Par é de R$ 7.047.557,91 e se constitui numa herança maldita que sobrou para Lages da propagada Sinotruk. O Governo do Estado, via SC Par, emprestou o dinheiro para comprar as terras do Parizotto ali em Índios. A Sinotruk não veio e ficou a dívida da área adquirida. Meno male que paresque os valores somente serão devolvidos à SC Par quando empreendimentos que ali se instalarem começarem a dar retorno. Embora o ideal seria ter assinado numa cláusula de risco com o vendedor da área para que, em caso da Sinotruk não fazer brotar caminhões em Índios, o negócio ser desfeito. Daí Lages não ficaria com essa dívida enorme!

Lages ficou sem fábrica de caminhões e com uma dívida gigantesca pela compra do terreno para a montadora em Índios. O valor da dívida com a SC Par já passa dos R$ 7 milhões!


SETE MILHÕES À TRANSUL

Lembram do protesto do vereador Jair Júnior (PSD) na posse pedindo passe livre? Se esse benefício for concedido, sabem quem paga a conta? Você. E esses R$ 7.020.000,26 vai aumentar. Esse montante não está naquele total da dívida do município com a Transul que ‘deixou de existir’ com a licitação. Se refere a um período anterior ao que foi negociado na licitação. E tal dívida decorre de toda concessão que o município faz em relação ao barateamento ou isenção de tarifa a esta ou aquela pessoa ou entidade. A Transul nunca perde. Aquilo que ela não arrecada, soma-se à dívida para a mãe prefa pagar.


OUTRO EXEMPLO

Quando a Transul apresenta uma planilha pedindo 10% de reajuste da tarifa e a prefeitura autoriza 7% de aumento na passagem, os outros 3% são bancados pela prefeitura (daí a razão da dívida).

Esse pedido do vereador Jair Júnior, por exemplo: Se for concedida a reivindicação, não será a Transul que irá ficar no prejuízo de deixar de cobrar a tarifa. O valor que não será arrecadado é repassado para o custo da passagem normal ou pendurado no caderninho da prefeitura, aumentando a dívida do município com a Transul.

2 101

Quando o prefeito Ceron fala em reduzir o complemento que a prefeitura precisa bancar para manter o LagesPrevi todo mês (algo próximo  R$ 700 mil) através do chamamento dos concursados, a equação é simples. Até o ano passado, a prefeitura possuía 2.600 contratados e outros 2.550 efetivos. Todos esses contribuíam para o INSS e não para o LagesPrevi. Com a entrada dos 700 concursados e a ideia de reduzir 25% dos contratados, a prefeitura deverá ter na nova administração, cerca de 3.250 servidores efetivos (todos contribuindo para o LagesPrevi). Com isso, aumentara a arrecadação para o instituto municipal de previdência. Elizeu, quando lançou o concurso em agosto, disse, na época que a ideia já era essa: ‘reduzir o aporte da prefeitura no instituto por conta de novos efetivos’.


MAIS CONCURSADOS NÃO

AUMENTARÁ O CUSTO DA FOLHA

A matemática também é simples. Os 700 concursados que serão chamados gradativamente ocuparão lugar daqueles que eram contratados temporariamente. Significa que a prefeitura não terá um gasto a maior com a folha. Pelo contrário. Com a decisão de ter menos e 200 comissionados e 25% a menos de contratados, a folha deverá ter uma redução na casa dos R$ 2 milhões.


QUANTOS CONTRATADOS?

A prefeitura possuía 2.600 servidores temporários. Os concursados irão substituir 700 desses. E nos outros 1.900 será aplicada uma redução de 25%. Significam 475 servidores temporários a menos. Ou seja, além dos concursados a serem chamados, Ceron quer trabalhar com 50% dos cargos comissionados ocupados na administração anterior e um número não superior a 1.500 temporários.

No registro de Greick Pacheco, o Gringo entre Polese e Arruda, usando as mãos (como bom italiano) e o dedo para explicar números e medidas de contenções no Paço

0 355

No balanço dos fatos da semana um deles é o se vira nos trinta dos novos gestores da Semasa para esclarecer sobre dificuldades de abastecimento. Aliás, não apenas esclarecer, mas também resolver porque, até dias atrás, era fartura que só vendo nas torneiras dos paroquianos. Na passagem pela Rádio Clube FM para falar a respeito da questão da água, o secretário Jurandi Agostini, o Jura, recebeu um mimo que é quase uma ‘água benta’. Atente para o nome da água que passarinho não bebe

Beto Amaral, diretor do Grupo SCC (inclusive Clube FM) e uma recordação para dar sorte ao Jura…

Atente ao detalhe no nome da ‘água’. Se parar de faltar água na cidade o Jura vai querer encomendar outras dessas, porque, crente do jeito que é, vai acreditar que a aguardente ou dá sorte ou é benta!

1 821

Durante a coletiva que se expôs os dados financeiros da prefeitura de Lages e se respondeu questões sobre o varejo da paróquia, prefeito Ceron e sua retaguarda, colocaram no papel a realidade a curto, médio e longo prazo daquilo que os cofres do Paço precisam resolver. Para se ter ideia, a totalização dos valores de dívidas vencidas, a curto, médio e longo prazo, a prefeitura de Lages precisa resolver pendência de R$ 117.314.203,84. Tipo um trimestre de arrecadação de Lages em dívidas contraídas ao longo das administrações anteriores.


DE IMEDIATO R$ 37 MILHÕES

O valor de R$ 37 milhões se refere a dívidas que já estão vencidas e que, em tese, a prefeitura precisaria resolver devereda. Somete com fornecedores são R$ 19 milhões



OUTROS R$ 21 MILHÕES A

CURTO PRAZO E PARCELADOS

Nesse caso, os R$ 21 milhões são pagamos mensalmente numa totalização de prestação de exatos R$ 1.771.046,55



A TOTALIZAÇÃO VAI ALÉM DE

R$ 100 MILHÕES A LONGO PRAZO

Os valores acima se referem à dívida que nem Ceron irá pagar (na totalidade). São débitos parcelados que vão desde a SC Par (acredito que seja o terreno de Índios), Transul (não faço ideia do que seja), precatórios (dívidas judiciais do município), entre outras!


Com informações de Amarildo Volpato