Queijo Serrano: Artesanal que agora está dentro da lei

Queijo Serrano: Artesanal que agora está dentro da lei

0 561

Assembleia Legislativa aprovou, nesta quarta-feira, o projeto de lei que regulamenta a produção e a venda do queijo artesanal serrano, decisão que permitirá que o produto chegue legalmente à mesa dos consumidores. De autoria do deputado Gabriel Ribeiro (PSD), a matéria tramitava na Casa havia um ano, e a votação foi acompanhada por mais de 50 produtores e por estudiosos do assunto.

Queijo01

Antes da votação, os produtores serviram aos parlamentares e ao público queijo picado, acompanhado de salame, geleias e café. A degustação foi no saguão da Alesc e dentro do plenário.


ATÉ R$ 10 MIL PARA

CADA PRODUTOR RURAL

Agora, o projeto irá ao Centro Administrativo para a sanção do governador Raimundo Colombo. Conforme o engenheiro agrônomo Ulisses Córdova, da Epagri, especialista no assunto, mais de duas mil famílias produzem o queijo artesanal serrano e o produto agrega em torno de R$ 10 mil por ano na renda dessas pessoas. Porém, o comércio não é permitido e, se flagrado, o queijo é incinerado. A consultoria da Epagri fornecendo informações ao deputado Gabriel Ribeiro para a aprovação dessa legislação foi fundamental.


PRINCIPAL FONTE DE RENDA

Conforme a Epagri/Lages, entre os produtores, 71% fabricam o queijo serrano durante o ano todo. Os demais, somente na primavera e verão, quando há maior oferta de pastagens e leite. Para a metade dessas famílias, o queijo serrano representa a principal fonte de renda.

Queijo02

O deputado Gabriel Ribeiro disse que a votação significa um divisor de águas para os produtos artesanais em Santa Catarina. A partir da regulamentação do queijo, vários outros produtos artesanais poderão obter o mesmo status:

“O queijo serrano, feito há mais de dois séculos, com a evolução das normas da vigilância sanitária, tornou-se um produto à margem da lei. A partir de agora, o queijo vai ter um papel importante na geração de renda para os pequenos produtores rurais”.

Sem comentarios

Deixe uma resposta