São Joaquim em chapa única? Pode ser, mas…

São Joaquim em chapa única? Pode ser, mas…

0 142

Como frequentamos São Joaquim regularmente, a gente tem certa visão a respeito do que acontece e deixa de acontecer no município. As carências, as providências, enfim, o andar um pouco lento em termos de ações para tornar menor a distância entre a cidade com maior vocação turística da Serra Catarinense em relação aqueles municípios que vivem do turismo na Serra Gaúcha. No campo político, um passo que se tenta dar é o lançamento de chapa única à prefeitura neste ano. Pode até ser, mas como discípulo de São Tomé, só acredito vendo.


‘PROBLEMA DE SÃO JOAQUIM É O PMDB’

Entre os vários moradores com quem a gente conversa, um deles chama atenção que ‘o problema de São Joaquim é o PMDB’. Aponta que o partido não tem vocação no município para gestão. Talvez seja exagero porque até dias atrás a cidade era administrada por outros partidos (PP, PPS e PP de novo). E naquela época a situação já era relativamente sofrível.


DE QUALQUER FORMA

O nome da chapa única seria do advogado Juliano Martorano (do PMDB) na dobradinha com Vanderlei Demeciano da Rosa (presidente do PSD e que seria o vice).


ACENO NESSE SENTIDO

Na noite de quarta-feira uma taipa foi derrubada (no sentido figurado, é claro) para se encaminhar a chapa única. Prefeito Humberto Brighenti que já não queria concorrer à reeleição, acenou com o recolhimento. Abriria-se a porteira para a unidade. Mas faltou combinar com os petistas e tucanos. Esses têm nome e interesse em ir para a disputa. Logo…

Brighenti

Prefeito Humberto Brighenti, se a ideia for consenso, recolhe-se e não concorre à reeleição pelo PMDB. Mas entregaria essa condição a um colega pelego, o advogado Juliano Martorano

SIMILAR ARTICLES

Sem comentarios

Deixe uma resposta