Elizeu, agora é oficial: Tchau querido!

Elizeu, agora é oficial: Tchau querido!

0 331

Prefeito de Lages conversou com a imprensa na manhã desta sexta-feira em seu gabinete. Disse que os últimos dias o fizeram pensar bastante no processo eleitoral em decorrência do estado de saúde da esposa, Cristiane Garcez Mattos, acometida de um câncer, cujo tratamento tem exigido atenção e cuidado. Sem se recolher do protagonismo da política local, Elizeu declarou que não disputará a reeleição. O PMDB vai avaliar o cenário e decidir o caminho a ser anunciado na convenção das 19 horas desta sexta-feira, 05.

ElizeuCP

Prefeito Elizeu confirmou aquilo que já era esperado ouvir dele: Não disputará a eleição, mas foca manter o partido no poder em Lages com uma amarração alternativa que passa talvez  pela coligação com o PSDB


BASTIDORES DA DECISÃO

Foram pelo menos quatro dias de tensão, nervosismo e irritação. A decisão pelo recuo estava tomada, mas era preciso construir a saída da disputa, sem se recolher do cenário eleitoral e da política. Por isso que se criou suspense. Elizeu dialogou com representantes de partidos que estiveram com ele (e estão) e com os mais chegados do PMDB. De todos recebeu o encorajamento para seguir no projeto à reeleição. Porém, com base em dados de pesquisas eleitorais e em decorrência da situação que convive em casa, acabou tomando a decisão de não disputar.


PESQUISAS E ETC

As pesquisas encomendadas pelo próprio prefeito a gente não teve acesso. Mas outros levantamentos indicavam índices sofríveis em decorrência da situação da administração e da mancha que atingiu sua imagem por causa da operação Águas Limpas. Para se ter ideia, embora o processo esteja correndo e, ao final ele possa até ser inocentado, é superior a 80% o índice de lageanos que acreditam que ele tem culpa no episódio que flagrou dinheiro numa sacola e resultou em sua prisão e afastamento do cargo de prefeito.


PRESENTE NO PROCESSO ELEITORAL

Embora fora da disputa e focado em fechar bem a administração, Elizeu Mattos se dedicará também à busca de votos para os candidatos a vereador do PMDB e à coligação que o partido integrará. Ele deve liderar a militância em busca de votos, porque como disse na quarta-feira “se eles pensam que vamos entregar a eleição, estão muito enganados”, numa referência ao grupo do PSD, naturalmente.

SIMILAR ARTICLES

Sem comentarios

Deixe uma resposta