Coruja: “Nem sempre quem grita mais tem a maior dor”

Coruja: “Nem sempre quem grita mais tem a maior dor”

0 198

Deputado Fernando Coruja apresentou Emenda Substitutiva Global ao Projeto de Lei que dispõe sobre a publicação, na internet, da lista de espera dos pacientes que aguardam por consultas (discriminadas por especialidade), exames e intervenções cirúrgicas e outros procedimentos. A emenda elaborada por Coruja propõe que o gestor estadual de saúde unifique e publique as várias listas de espera de modo a dar mais eficácia ao sistema:

“O projeto inicial, ao criar a obrigatoriedade apenas para o gestor estadual do SUS, não atingiria os objetivos propostos pelo projeto, tendo em vista que a maioria dos procedimentos no Sistema Único de Saúde são realizados nos municípios e coordenados pelo gestor municipal”.


DISTRIBUIÇÃO DESIGUAL

Na tribuna da Assembleia Coruja lembrou aos parlamentares que a saúde é preocupação número um das pessoas. “Aparece em qualquer pesquisa que se faça e nós parlamentares precisamos refletir sobre o que fazer para melhorar a questão”. Apontando que a distribuição de recursos no Estado ocorre de forma desigual, o parlamentar lageano apontou:

“Não dá para aplicar o recurso da Saúde com base apenas no grito, porque nem sempre quem grita mais tem a maior dor”.


EXPERIÊNCIA DE QUANDO

FOI SECRETÁRIO DE SAÚDE

Coruja disse que a Secretaria de Saúde não tem informação, não tem um planejamento que aponte as necessidades. “Pela minha experiência, quando fui secretário de Saúde do Estado, sei que uma fila bem gerenciada vai apontar informações importantes para a gestão de Saúde no Estado – como por exemplo quantas pessoas precisam de determinado tipo de cirurgia, por ano. É preciso saber para planejar”, alertou o deputado.

Coruja001

Coruja, entre livros e contestações ao modelo de aporte no setor de Saúde em SC



CONSTRUTORA TERRA APRESENTA:

RESIDENCIAL TÁVORA TIGRE

TerraTT

Empreendimento diferenciado, bem localizado e próprio para quem deseja morar bem.

Mais informações aqui!

Sem comentarios

Deixe uma resposta