São 733 vagas no Concurso de Lages

São 733 vagas no Concurso de Lages

0 340

Ao todo são 733 vagas e não apenas 573 que serão preenchidas no concurso público que está com inscrições abertas na Prefeitura de Lages. As 573 vagas se referem à área geral e de Saúde. Há ainda mais dois editais (agentes de trânsito e magistério) e com isso as vagas totalizam 733. De acordo com o prefeito Elizeu Mattos, desde 2014 está sendo costurado esse edital, afastando qualquer possibilidade de se estar promovendo algo de afogadilho, na boca do processo eleitoral.


MAS É UM MARCO

Embora descarte que tenha sido uma providência às pressas, o prefeito Elizeu Mattos chama para si o mérito de estar promovendo o concurso amplo. “É um marco para uma administração conseguir fazer um concurso desses. Atendemos recomendação do Ministério Público e estamos gerando 733 empregos”, complementa o prefeito.


SEIS POR MEIA DÚZIA

Antes que o discurso de inchaço da máquina tome conta, visto que a prefeitura já possui hoje mais de 2.500 contratados e a quantidade de serviços ultrapassa a marca de 4 mil pessoas, o próprio Elizeu Mattos aponta que essas 733 vagas serão preenchidas para substituir os contratados. “Onde um efetivo aprovado em concurso assumir a função, uma vaga a menos será utilizada por contratado. Sem contar que a tendência é acabar a prática do contrato individual. Por exigência do Ministério Público, qualquer contrato terá que ser por processo seletivo”, explica.

Concurso

Retaguarda técnica com o prefeito Elizeu explicando os detalhes do concurso público


MARCIUS, CERON OU AMARAL

PODEM NÃO CHAMAR APROVADOS?

Essa é a principal indagação. Há segurança jurídica aos candidatos que realizarem às provas no sentido de que serem chamados pelo futuro prefeito se aprovados? A resposta da área técnica da Prefeitura é positiva. Secretário Pedro Marcos (Administração) aponta que o concurso barra a possibilidade de contratação temporária, ao atender a determinação legal de se providenciar o certame. Tome o exemplo da área da Saúde. Devem ser aprovados em torno de 40 médicos para atuarem nas diversas áreas do setor de Saúde. Hoje tais vagas são ocupadas por médicos contratados. Com o concurso, os contratados não poderão atuar mais, dando-se prioridade aos aprovados. Logo, ou o novo prefeito nomeia ou gera o caos na área.

ConcursoB

Em tese os candidatos interessados em uma das 733 vagas podem fazer inscrição e as provas que as chances de serem nomeados pelo futuro prefeito é de quase 100%


FÔLEGO AO LAGESPREVI

Conforme antecipávamos, uma das razões do concurso (além da pressão do MP) é aumentar a arrecadação do Instituto de Previdência de Lages – o LagesPrevi. Para se ter ideia, atualmente Lages tem 2.450 servidores efetivos, outros 2.550 contratados e mais uns 350 comissionados. Portanto, 2.900 servidores contribuem para o INSS e não para o LagesPrevi. E isso causa uma situação complicada. De acordo com o Secretário da Fazenda, Mateus Lunardi, esse concurso dá um fôlego fundamental na arrecadação do LagesPrevi. “Porque essa quantidade de serviços deixa de contribuir com o INSS e passa a pagar o LagesPrevi”, aponta.


VEJA OS EDITAIS

Para acessar os três editais que contêm as normas do concurso, clica aqui!

Sem comentarios

Deixe uma resposta