Ainda sobre o Mercado Público de Lages

Ainda sobre o Mercado Público de Lages

0 310

Internauta Jonas escreve lá nos comentários:

“Acusar alguém por um projeto bem feito e com captação através da lei roanet através de renúncia fiscal e ainda mais saindo de um concurso nacional, chega se ao ridículo. Pelo amor de Deus! Cobre do teu governador que se diz lageano que arrumasse um pouco de recursos , só um pouquinho daquilo que a Celesc está doando a ponte de Florianópolis Hercílio Luz. Chega de mentiras e farsas , se o projeto fosse tímido este coitado do prefeito estaria afastado de novo”.


ASSIM JONAS

Não há qualquer acusação por causa do projeto. A ideia é boa e o projeto vencedor é excelente. O problema é a demora. Se você raciocinar comigo, o poder público poderia ter corrigido os problemas que fizeram o mercado fechar as portas e tocado o concurso com a estrutura funcionando. Assim, até hoje o mercado estaria aberto enquanto se buscaria recursos para o projeto da obra.


E…

Quanto a questão da ajuda do teu governador para bancar o custo da obra, você tem toda a razão. Até porque, se o problema de aporte do Estado em Lages é falta de projeto. Nesse caso, não falta projeto!

MercadoA

Não considerar a modalidade de concurso com essa ideia inovadora interessante seria contrassenso. Mas que a estrutura não deveria ficar fechada até se conseguir a dita revitalização, considerando que já se passaram 40 meses, isso também é contrassenso



É TOMBADO OU NÃO É?

MercadoC

Lá nos comentários o João Ceng pondera se o Mercado Público não é tombado, podendo vir abaixo e dar lugar ao projeto moderno. Assim, João. Em Lages alguns imóveis são tombados e outros tombáveis. Mas isso depende dos interesses dos tombadores!

Sem comentarios

Deixe uma resposta