Ajudinha do Paço?… Sobrou para o Pastor Mendes

Ajudinha do Paço?… Sobrou para o Pastor Mendes

0 219

Claro que tem explicação e pode nem ser aquilo que alguns pensam que é. E de repente tudo não passa de um mal entendido, até porque um Homem de Deus não sai pecando contra a castidade eleitoral assim de um dia para outro. Por isso, carece aguardar uma manifestação do vereador e candidato à reeleição Pastor Mendes (PMDB) desfazendo o mal entendido onde os homens de pouca fé andam dizendo por aí que ele estava escoltando carro da prefeitura e, na sequência, apareceram uns tubos na frente da residência abordada.

Pastor

As imagens que circulam na rede são essas. Mas sem querer defender o Pastor, elas podem não configurar ilicitude, visto pode ter sido uma coincidência do carro branco da prefeitura ali na frente e a Duster do candidato na sequência.


DE QUALQUER FORMA

Mais que transformar o Pastor Mendes em exemplo daquilo que não deve ser feito, devemos apontar o episódio como evidência da necessidade de ter cautela. A legislação é rigorosa e quem a ignorar pode de fato sofrer as consequências. E nesse caso, não acredito que resultará em processo contra o Pastor porque o Ministério Público Eleitoral está com trabalho até a goela por conta dos registros de candidaturas.



MAS NÃO É SÓ O PASTOR…

Do outro lado político também tem candidato se incomodando. Vereadora Aida Hoffer (PSD), por exemplo, lascou lá no dia 10 de agosto uma foto dela na rede social com o número que vai disputar a reeleição. Pronto, estava feito o pecado. Agora uma representação na Justiça Eleitoral movida pela coligação de Amaral e Hampel pode resultar numa multa de R$ 5 mil a R$ 25 mil. Isso se ficar só na pena pecuniária. Ou seja, existem pecados de todos os lados.

Aida01

E não se coloque apenas na conta da vereadora Aida o cometimento do pecado da propaganda antes do prazo. Tem vários outros candidatos de Lages e da região que terão que gastar com advogado e talvez até com o pagamento da multa por ter sido apressado e feito propaganda antes de 16 de agosto

SIMILAR ARTICLES

Sem comentarios

Deixe uma resposta