Deferidas candidaturas de Altamir, Salete e Denilson

Deferidas candidaturas de Altamir, Salete e Denilson

0 3310

As sentenças do Juiz Eleitoral Leandro Passig Mendes entrará ainda nesta quinta-feira no sistema da Justiça Eleitoral. Mas já podemos antecipar. As ações que pediam impugnação das candidaturas de Altamir Paes (prefeito), Salete Melo (vice) e Denilson Padilha (vereador) foram julgadas pelo magistrado com decisão favorável ao trio.

OCdois

Altamir Paes (aqui no encontro com Tio Ligas na Rádio Clube FM) obteve decisão favorável para concorrer em Otacílio Costa


SOBRE O QUE VERSAVAM

Contra Salete Mello (candidata a vice) havia uma ação pedindo impugnação, proposta pela coligação liderada pelo PSD. O argumento é de que ela não havia se desincompatibilizado em tempo hábil para ser candidata a vice. Porém, através do advogado Tiago Silvestrin Matias, foi apresentada defesa e os argumentos devidamente aceitos, para deferir a candidatura de Salete.

DenilsonOutra

Em relação a Altamir Paes e Denilson Padilha (foto), o próprio Ministério Público Eleitoral entrou com a representação pedindo as impugnações das candidaturas.


E…

Houve manifestação da defesa de ambos perante o Juiz Eleitoral da 93.ª Zona Eleitoral e, na análise do mérito, houve deferimento das candidaturas. Até o próprio Promotor de Justiça Eleitoral (que havia pedido a impugnação), em seu parecer em relação a Denilson, manifestou-se pelo deferimento. Assim, os três têm as respectivas candidaturas liberadas, lembrando que a coligação que integram já haviam recebido a homologação na Justiça Eleitoral.


‘MÚSICA NO FANTÁSTICO’

Porque a disputa eleitoral em Otacílio Costa está bem acirrada, tem gente no município indagando se três vitórias judiciais consecutivas assim merecem pedir música no Fantástico. Não sei se no Fantástico, mas na propaganda eleitoral Altamir Paes poderia rodar um trechinho daquela ‘não tá morto quem peleia...’.


REGISTRE-SE

O advogado Tiago Silvestrin Matias foi quem mergulhou na interpretação da lei e defesa de teses para fazer valer o direito dos três disputar o pleito. Mas principalmente a vice, Salete Mello, detinha uma particularidade. É que ela pode não ter materialmente pedido desincompatibilização da função como servidora para a disputa. Mas estava, fazia mais de um ano, afastada das atividades por problemas de saúde. E como a lei exige a desincompatibilização para que o servidor não esteja trabalhando, ela preenchia o requisito. O que houve foi a necessidade de argumentar e embasar o assunto. O advogado conseguiu fazer isso, deixando clara e inconteste a situação.

Sem comentarios

Deixe uma resposta