Amaral fala em nova Prefeitura e Centro Histórico

Amaral fala em nova Prefeitura e Centro Histórico

3 749

Em reunião com integrantes da Associação Amigos do Museu Thiago de Castro, candidato Roberto Amaral apresentou projeto quanto ao patrimônio histórico e cultural de Lages. Em seu mandato pretende criar o Centro Histórico, delimitado a partir do Mercado Público Municipal, passando pelo Museu Thiago de Castro, as praças centrais que serão revitalizadas, incluindo a João Ribeiro, englobando a Catedral Diocesana, se estendendo pelo Colégio Rosa, o Tanque até a estátua Correia Pinto. O prédio onde funciona o Museu Thiago de Castro será todo ele destinado ao museu – a Fundação Cultural de Lages será transferida para outro local.


UMA PREFEITURA NOVA

Para criar o Centro Histórico, Roberto Amaral projeta a construção de um Centro Administrativo em terreno utilizado pela Epagri, na região do bairro Morro do Posto. Será uma estrutura moderna que concentrará órgãos públicos municipais, estaduais e federais, facilitando a vida do cidadão que encontrará num mesmo espaço todos os serviços necessários do dia a dia em se tratando de administração pública. Para projetar a megaestrutura será realizado concurso de nível internacional, pensando Lages para os próximos 100 anos.

amaral016

O candidato do PSDB que retornou à Flex entregando pessoalmente a propaganda eleitoral e pedindo votos para o 45


Informações e imagem: Assessoria de Campanha



CERON TAMBÉM ANUNCIA

NOVO PRÉDIO PARA PREFEITURA

Candidato do PSD, Antônio Ceron, também tem defendido a construção de uma nova prefeitura. Entende que essa providência é uma forma de desafogar o trânsito na área central. A ideia de Ceron é buscar a área da Embrapa (atrás da Epagri) para implantar o Centro Administrativo. Fala até na hipótese de uma PPP – Parceria Público Privado para construir o espaço que representaria uma economia de R$ 350 mil mensais de aluguel para o poder público municipal.

SIMILAR ARTICLES

3 Comentarios

  1. Que boa notícia.
    Há 10 anos falo sobre a reunião das Secretarias numa só sede administrativa, que além de poupar recursos (quase 17 milhões por gestão), tornaria mais ágil os serviços, com interação entre eles e ainda desafogaria o Centro da Cidade no que se refere ao trânsito de veículos. A sede da Prefeitura pode ser um Centro Cultural com diversas atividades gratuitas aos munícipes.
    A exemplo da volta do Cargo de Técnico Desportivo que há tb 10 anos luto para sua concretização, as ideias dependem mesmo da origem, podem ser boas ou não, se a fonte for crível.
    Agora que Roberto fala sobre os dois, parece óbvio, né?
    Tomara que ambos se concretize.

  2. Interessante falou com pequeno grupo denominado “Associação Amigos do Museu Thiago de Castro”; chefiado por ex integrante politica da prefeitura; grupo que desde a aquisição do Museu, não determina e nem ajuda em coisa nenhuma no Museu, mas que objetiva a ocupação do prédio inteiro pelo museu (e talvez uma vaguinha como superintendente da Fundação Cultural de Lages), o qual não tem acervo suficiente (eis que é necessário a manutenção de reserva técnica de modo que as exposições não fiquem repetitivas) para a ocupação do prédio. Se fosse montado o Arquivo Público Municipal já aprovado em lei até teria fundamento. Além disso para onde iria a Fundação Cultural, eis que necessitaria de um prédio grande para desenvolver as atividades culturais, tais quais exposição e lançamentos artísticos, ensaio musicais, etc, bem como suas atividades rotineiras, parece que se despe um santo para vestir outro. O lamentável é que todas as outras entidades culturais sequer foram ouvidas, parecendo que o candidato não tinha pensado nada a respeito do assunto e pegou a primeira ideia que apresentaram, esquecendo que a muitos grupos envolvidos no desenvolvimento da cultura e patrimônio no município. Melhor seria se ele tivesse participado (apenas como ouvinte, já que é candidato) de uma das reuniões do COMPAC.

Deixe uma resposta