Uma semana de Coruja no papel de Coruja

0
2225

Deputado Coruja começou a semana participando do protesto de secretários e funcionários da saúde, em frente ao Centro Administrativo do Governo do Estado. Em seu discurso aos manifestantes, voltou a dizer que para o futuro do país, mais importante que investir em infraestrutura, é investir nas pessoas:

“Sabemos que é necessário efetuar cortes nos gastos públicos, mas esses cortes não podem incidir na saúde e na educação, porque o investimento nas pessoas não é volátil, é permanente. Os países  que mais se desenvolvem e que hoje investem em infraestrutura, anteriormente investiram em saúde e educação”.

coruja001

Deputado Fernando Coruja na frente do Centro Administrativo na pregação por liberação de recursos para a Saúde no Estado


DE VOLTA À ALESC…

Coruja articulou com seus pares e depois acompanhou com a bancada do PMDB a aprovação de um fato inédito em SC: A aprovação da PEC, de autoria de 154 Câmaras Municipais, que aumenta recursos para a saúde em 600 milhões ao ano, até 2018, de maneira progressiva, de 12% para 15% do orçamento estadual.

coruja002

 Na quinta-feira o projeto de Coruja que permite a portadores de diabetes receber gratuitamente análogos de insulina, aqui em SC, foi a votação e aprovado também em segundo turno e agora segue para sanção, silêncio ou veto parcial ou total do chefe do Poder Executivo.


O QUE É ESSE PROJETO?

Segundo o projeto de lei, para receber os análogos, os diabéticos devem estar inseridos em programas de educação para diabéticos. Serão beneficiados os portadores de diabetes tipo 1 e de diabetes tipo 2 – em uso de insulina, e de difícil controle com insulinas convencionais, que receberão, gratuitamente, do SUS de Santa Catarina os análogos de insulina necessários para o tratamento.


REFLEXOS EM SC

Coruja prevê que o fornecimento destas medicações diminuirá as demandas judiciais, já que disciplinará o fornecimento e proporcionará o aumento significativo da qualidade e da expectativa de vida dos portadores de diabetes que necessitam desses análogos. O deputado chama a atenção sobre o Diabetes, dizendo que trata-se de uma doença que mata no mundo mais que vírus da Aids, malária e tuberculose somados.

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here