Natal Felicidade: Contribua sem gastar do bolso

Natal Felicidade: Contribua sem gastar do bolso

0 257

“Grandes empresas aderiram ao projeto do Natal Felicidade, mas as pequenas também podem fazer sua contribuição”.

Palavras da presidente da CDL, Rosani Pocai, incentivando a adesão de empresários para que ajudem através da Lei Rouanet – com dedução do Imposto de Renda – a bancar custos do Natal Felicidade. Rosani tem razão. E não são apenas os empresários que podem doar. A pessoa física também pode deduzir um percentual do Imposto de Renda que tem a pagar, destinando esse montante ao projeto, via Lei Rouanet.


REFORÇANDO O APELO

O secretário Flávio Agustini (Turismo), com quem conversei enquanto cuidava dos detalhes da instalação da decoração, apontou que as pessoas podem colaborar, enquanto pessoas físicas. “E muitos gostariam de fazer isso. Por isso que a gente reforça o apelo”.


EXEMPLO DE APOIO

COMO PESSOA FÍSICA

monarimd

No ano passado, como pessoa física, o empresário Dilmar Monarim, a partir de consulta à área contábil, efetuou doação ao Projeto Natal Felicidade. Com isso, acabou contribuindo para o projeto e, quando da declaração do imposto de renda, o montante que tinha a pagar, conseguiu deduzir daquilo que doou. “É uma forma desse dinheiro que vai para a União, pelo Imposto de Renda, fique aqui em Lages”, aponta Flávio Agustini.

flavinhob

Secretário de Turismo e o apelo para que as pessoas físicas também contribuam para ajudar o Natal Felicidade e, com isso, o que aportarem consigam restituir do Imposto de Renda a pagar. “É só falar com o contador que esses profissionais sabem como proceder de forma correta”.

Sem comentarios

Deixe uma resposta