Até em Lages: Mudança na lei alterará futuras eleições

Até em Lages: Mudança na lei alterará futuras eleições

0 224

Escrevemos em O Momento desta quinta-feira que circula na Serra Catarinense:

momento

Por falar em mudanças da legislação, Senado aprovou em primeiro turno a PEC que trata da cláusula de barreira e acaba com coligações nas eleições proporcionais.


O QUE SIGNIFICARIA

FIM DE COLIGAÇÕES?

Em tese significaria que cada partido concorreria solteiro. Há discussão para se acabar com o quociente eleitoral. Com isso, num município como Lages, seriam eleitos os 16 candidatos a vereador mais votados. Olha lá no resultado do pleito deste ano que você tem uma ideia do que representaria tal mudança.


EXEMPLIFICATIVAMENTE

Se fosse eleitos os 16 mais votados em Lages, entrariam para a lista: Sérgio Godinho, Suzana Duarte, Felício Martins, Marimília Coelho e Anilton Freitas. E estariam fora da Câmara na próxima legislatura João Maria Chagas, Jair Júnior, Amarildo Farias, Osni Bugre e Ivanildo Pereira.

chagasb

Eleito com a menor quantidade de votos no pleito deste ano em Lages (821), vereador Chagas estaria fora se o critério fosse a ideia de que aqueles mais votados, pela ordem, assumissem no legislativo


LEMBRANDO QUE…

PMDB e PP concorreram nas proporcionais em Lages neste ano solteiros, sem coligação. Se tais siglas estivessem coligadas, dependendo do parceiro, poderiam ter colocado mais um na lista dos eleitos.

Sem comentarios

Deixe uma resposta