Tio Ligas se reelegeria sem a Operação Ajuste?

Tio Ligas se reelegeria sem a Operação Ajuste?

0 255

Escrevemos no Correio Otaciliense desta semana:

Prefeito Tio Ligas teria sido reeleito com relativa facilidade (como foi) se não tivesse estourado a Operação Ajuste com a prisão do seu vice? Perguntinha que nunca terá resposta. Observem que se não ocorre o episódio, teria sido repetida a dobradinha com Silvano Cardoso. Com isso, provavelmente Pindaco concorreria a prefeito ou sairia como vice de Altamir Paes. E nesse último caso, com um espólio inquestionável de votos que ajudou bastante na reeleição de Tio Ligas, Pindaco poderia ter ajudado a construir um cenário diferente a favor do peemedebista.


E…

Não se trata de insinuar algo, até porque operações passadas não movem moinhos, mas apesar das dores de cabeça e incertezas, a atuação do Gaeco caiu do céu para Tio Ligas. E até a época da concessão da liberdade a Silvano Cardoso e Lindomar Alves veio a calhar. Este foi o momento certo. Se ambos tivessem sido soltos antes da campanha, poderiam ter atrapalhado nas costuras. Se a soltura ocorresse durante a campanha, o noticiário a ser explorado pelo adversário poderia ter sido bastante perverso a Tio Ligas.


ASSIM

Otacílio Costa acabou testemunhando o real significado da expressão ‘há males que vem para o bem’. Pelo menos em se tratando do cenário político para Tio Ligas. Foi desagradável e reprovável o conjunto de atitudes que resultou na investigação do Gaeco, a denúncia dos acusados e demais desdobramentos. Por outro lado, tudo isso não atrapalhou o atual prefeito que se reelegeu e sai do episódio quase sem arranhão. Se tivesse conspirado, provavelmente não teria dado tão certo!

GaecoOC

Força tarefa desencadeada dia 16 de maio deste ano prendeu o vice-prefeito de Otacílio Costa, cuja liberação da prisão domiciliar aconteceu apenas neste semana (08/11). A operação do Gaeco repercutiu no processo eleitoral do município?

Sem comentarios

Deixe uma resposta