Meras especulações sobre futura equipe de Ceron

Meras especulações sobre futura equipe de Ceron

4 1445

A imprensa vive também da especulação.

Por isso tem sido desfilado nomes para compor o futuro colegiado municipal. Colega Olivete Salmória informou que Camila Bassin ou Beatriz Montemezzo poderiam assumir a Secretaria da Saúde. Agora informa que elas não assumem. Citou Sandro Anacleto, Marli Nacif e outros nomes cujas nomeações seriam naturais. Mas Ceron nos disse o seguinte: “São tantos nomes especulados que algum desses pode ser, como pode não ser. Minha preocupação antes dos nomes é a estrutura administrativa que teremos. Depois o perfil daqueles que nos ajudarão a administrar”.


OU SEJA

Queimam-se os nomes, quando se cogita aqueles que não têm nada a ver para as funções. E existem vários ‘nada a ver’. Por outro lado, alguns que orbitam no grupo, inevitavelmente, devem integrar a equipe. Embora seja preciso ver a questão salarial. Com os cortes, os salários do Paço vão lá para baixo. Carece ver quem irá se dispor a assumir áreas ganhando salários de R$ 4 mil ou R$ 5 mil mensais.


ASSIM

Num exercício de puro chute, considerando os nomes que estão no entorno do grupo, não se estranhe se a equipe tiver nomes como:

Assistência Social – Marli Nacif

Administração – Celso Calcagnoto

Semasa – Jurandi Agustini ou Antônio Arruda

Obras e Meio Ambiente – João Alberto Duarte

Procuradoria – Maurício Ceron ou Sandro Anacleto

Turismo, Esporte e Cultura – Luiz Carlos Gonzaga (Kalu)


AINDA

Ceron pode chamar vereadores para o colegiado. Os dois nomes mais cotados: Luiz Marin e Aida Hoffer


EQUIPE DE TRANSIÇÃO

Mensagens com teor até um pouco forte, disparam balas de canhão no chão de giz de Antônio Ceron. Ele não deve estar perdendo o sono por isso, mas a razão do adimiramento é a escalação do advogado Maurício Ceron para a equipe de transição. Entretanto, trata-se de ignorância ao tema. É que o período agora é de voluntarismo. Não se trata de um cargo que está sendo preenchido. Pelo contrário. Até porque, existe corrente jurídica apontando que cargo político (secretários) não caracteriza nepotismo.


ASSIM

O Gringo inclusive, com o gesto de colocar  o filho para ajudá-lo na transição, deixa claro que quer confiança absoluta no acesso aos dados e, ao mesmo tempo, não tem pressa para chamar aqueles que ocuparão funções com ele no Paço. Não é, ao contrário do que possam pensar, nepotismo, colocar alguém voluntariamente ajudando a tocar a transição.

ceron02

O Gringo com a decisão de uma equipe enxuta para acessar dados da transição

4 Comentarios

  1. É simplesmente a volta “triunfal” da panelinha. Não esqueçam, no entanto que o prefeito eleito tem 62% de rejeição. Isso precisa ser levado em consideração. Peço encarecidamente Edson, publique meus comentários. Tenho sentido uma certa resistência de sua parte…..

  2. Olha Edson alguns nomes não fecham nas especulações, Kalu ja publicou no seu face que não quer ter nada, Arruda e Celso não devem sair do estado e nem o João da ADR…
    Nomes novos como o do Nanas na FME é um excelente nome, Giba na FCL, Uncine na Agricultura, Sirley na Educação, e mais os outros que citou, a panelinha pode até ter Edilson R Fausto, mais tem espaço pros os novos tbm.

Deixe uma resposta