Pós-eleição: Palmeira e a transição truncada

Pós-eleição: Palmeira e a transição truncada

0 306

Se em alguns municípios a transição entre os saintes e aqueles que assumem em janeiro está harmônica, há casos de municípios que o clima é bem chato. Palmeira, ali pertinho de Otacílio Costa é exemplo disso. Mês passado a prefeita eleita Fernanda Córdova e o vice Sandro Masselai receberam do prefeito Durica a confirmação de que no dia 16 de novembro iniciariam a prosa para trocar informações sobre a situação da prefeitura. Porém, nesta quarta-feira ao chegar para a primeira reunião, a prefeita Fernanda foi informada de que não haveria transição coisa nenhuma.


E AGORA?

Os futuros gestores de Palmeira estudam a hipótese de entrar com um Mandado de Segurança para ter acesso a informações mais minuciosas, visto que aquilo que é colocado no portal transparência é absolutamente superficial, não correspondendo à realidade do município.


SEM EXPLICAÇÃO

Não houve informação por parte da prefeitura da razão de se recolher daquilo que fora estabelecido em franquear os dados para a transição. A prefeitura eleita quer detalhes sobre dívida a curto, médio e longo prazo, bem como convênios celebrados e aqueles outros em vias de serem encaminhados. Com isso, a ideia é assumir no dia 1.º de janeiro mantendo o ritmo de ações. Do contrário, sem acesso a essas informações, terá que iniciar do zero depois da posse.


MISTÉRIO DO DURICA

Na comunidade a reação ao recuo do prefeito Durica (PMDB) em facilitar a transição é interpretado de duas formas: Executar procedimentos nesses 45 dias restantes de mandato para equilibrar a situação, entregando a administração mais ‘redonda’ ou pura rixa política. Até o Ministério Público já foi consultado sobre esse tipo de comportamento estranho na hospitaleira Palmeira.

duricafeliz

Prefeito Durica que combinou a transição a partir de 16 de novembro, mas que agora…

fernandajm

Prefeita eleita Fernanda Córdova (aqui com o deputado Jorginho) que não teve acesso (ainda) a dados diferenciados (além daqueles do portal transparência) para a transição na Palmeira

Sem comentarios

Deixe uma resposta