Judicial: Sequestrados bens de donos do Angeloni

Judicial: Sequestrados bens de donos do Angeloni

2 840

Donos dos Supermercados Angeloni tiveram bens sequestrados como forma de garantir o ressarcimento ao erário em razão da sonegação de impostos no valor de mais de R$ 500 mil. A medida de sequestro de bens foi deferida pelo Juízo da Comarca de Criciúma, atendendopedido da 6.ª Promotoria de Justiça, especializada no combate à sonegação fiscal na região.


VEÍCULOS DE MEIO MILHÃO DE REAIS

Ao todo foram sequestrados três veículos: um Mercedes Benz S500, ano 2014/2015, de propriedade de Antenor Angeloni; um VW Touareg, ano 2011/2011, e um BMW X5, ano 2014/2014, ambos de Arnaldo Angeloni. Com a medida, tais bens foram cadastrados no sistema RENAJUD, o que impossibilita a sua transferência.


SEGUNDA MAIOR DEVEDORA DE ICMS DE SC

Segundo a Promotora de Justiça Vera Lúcia Coro Bedinoto, os empresários respondem a três processos criminais na comarca de Criciúma, e, ainda, a processos em Tubarão e Laguna, todos por sonegação. “De acordo com dados da Fazenda Estadual a empresa Angeloni S/A é a segunda maior devedora de ICMS do Estado”, afirma.

angeloni

Rede Angeloni com supermercados e postos de combustíveis é uma das maiores do varejo do Sul do Brasil


MEIO MILHÃO DE APENAS

QUATRO MESES DE 2010

O débito tributário que resultou no sequestro dos veículos dos Angeloni é fruto de apenas uma notificação, cujo valor atualizado é de R$ 502.344,22. A sonegação desse valor refere-se ao período de janeiro a abril de 2010, e tal fraude, conforme apurado pela Secretaria da Fazenda do Estado, repetiu-se em pelo menos 20 filiais da empresa, cuja matriz localiza-se em Criciúma.  Os empresários já recorreram da decisão do sequestro de bens.



Informações: Comunicação Social MP/SC

2 Comentarios

  1. Somos obrigados a pagar por serviços que não desejamos, o Estado cria problemas e nos vende a solução; Se você não aceitar essa condição, vai pra cadeia. A receita federal é a engrenagem principal de todo o estamento, sem ela o sistema de sucção falha;

  2. Quem cria os problemas é o sistema econômico vigente e não o Estado, a Receita só interessa cumprir a sua função social, arrecadar e manter o funcionamento estatal Lembrem-se nossos impostos mantém toda uma máquina a serviço do cidadão. e em tese pagamos tudo que necessitamos.

Deixe uma resposta