Consel foca segurança também na BR-282

0
243

Conselho de Segurança de Lages – que reúne cabeças pensantes da área de segurança e da sociedade – colocou na pauta da reunião desta semana várias assuntos. Um deles a questão das árvores exóticas (pinus e eucaliptos) que nascem guachos na faixa de domínio da BR-282 (em regra 35 metros para cada lado da rodovia medidos a partir do eixo). Sem entrar no mérito se o motorista tem culpa porque acelera, o fato é que essas árvores muito próximas à pista potencializam o risco de gravidade maior nas saídas de pistas. Há casos de pessoas que acabaram morrendo porque o veículo se chocou contra a árvore. Se houvesse área de escape aconteceriam alguns arranhões, mas com gravidade bem menor.


E POR ISSO…

O presidente do Consel, Roberto Amaral, puxou o assunto na busca da solução que é o corte dessas árvores muito próximas à pista, principalmente nesse trecho entre Lages e Alfredo Wagner (embora o ideal é que o procedimento se estenda ao longo a rodovia).


O QUE EXISTE SOBRE ISSO?

A Procuradoria da República, através do Procurador Nazareno Wolff, já emitiu parecer apontando que vegetação exótica é passível de corte, estando margeando a rodovia federal. Falta agora vencer a burocracia para licitar o corte, com a destinação do resultado disso para as áreas sociais e de habitação das prefeituras que têm território ao longo da BR-282. Mas como aponto Roberto Amaral, carece celeridade. “Até porque estamos falando de verdadeiras árvores assassinas”.

consel

Um dos assuntos da reunião do Consel foi o corte seletivo de árvores que margeiam a BR-282

conselb

Vice-prefeito eleito, Juliano Polese, engenheiro Enio Speiker (DNIT), procurador Nazareno Wolff, Márcio Pamplona (Associação Rural), representantes da prefeitura, PRF, todos se integraram à discussão sob a coordenação de Roberto Amaral

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here