Povo vira ‘demonhedo’ para vereadores de Lages

Povo vira ‘demonhedo’ para vereadores de Lages

17 22338

Durante toda a sexta-feira a Rádio Clube FM repercute o áudio da reunião dos vereadores de Lages que ficaram chateados com a postura da imprensa que combateu a ideia da reposição salarial. O teor da prosa entre os vereadores, inclui inclusive palavras de baixo calão (tem que mandar tomar no c…). Essa referência não fica claro se eles estão mandando o prefeito Toni tomar naquele lugar ou outra pessoa. Citam sobre o episódio do choro da vereadora Aida, em plenário, debochando da situação e, na parte mais revoltante, referem-se às pessoas presentes nas sessões como ‘demonhedo’. O áudio está veiculando e sendo repercutido nos programas da Clube FM. Algumas frases da conversa:


UM VEREADOR FAZ POUCO CASO

DO CHORO DA VEREADORA AIDA

“Eu falei pra ela: A senhora estava toda contentinha pra ganhar o dinheiro lá atrás. Foi o Gerson abrir a boca e a senhora faz essa choradeira. A senhora chora chora faz quatro anos e não me (…)”


OUTRO VEREADOR EMENDA

“A senhora pode chorar, a senhora chora sangue? Está falando (sic!) até em choro da Aida lá na rádio, o Edson Varela e o Adilson, eu vim escutando… A Aida nos prantos lá na Câmara. Eles não têm mais nada o que falar…”.


SOBRE O POVO QUE ASSISTE

AS SESSÕES NA CÂMARA

Vereador aponta, referindo-se às pessoas na sessão:

“Ali não tem um voto meu desse demonhedo. Fui ali ver, mas não tem nenhum voto meu”.


‘CORTE DA VERBA PARA IMPRENSA’

Câmara de Vereadores gasta em torno de R$ 35 mil mensais com publicidade institucional. Na reunião, cujo áudio repercute, um grupo de vereadores combina cortar a referida verba:

“Vamos fazer pedido… A Mesa vai fazer pedido pra cortar gasto com a imprensa (vários citam: eu assino, eu assino!) Já que não dá pra gastar, a partir de hoje, nada. Estamos em contenção de gasto devido à crise do País”.


VÃO PRO DEMÔNIO…

Vereador que parece bastante ligado ao ‘coisa ruim’ cita:

“Eu não entendo. Porque temos que pagar gente pra ficarem detonando nóis? É 35 mil por mês… Vão pro demônio”. O diálogo segue inaudível e depois uma gargalhada de todos fecha a prosa.


“TEM QUE MANDAR TOMAR NO C…”

Vereador cita em tom de brincadeira ou ameaça: “Amanhã vou na rádio e vou te detonar, hein? Você é que está dando pra trás”. Outro aponta: “Agora tem mais o Vone, dá onze votos”. Adiante ainda no contexto um vereador cita, provavelmente se referindo ao prefeito Toni: “Quê, ele mandou uns teus pra rua lá?” Antes outro cita: “Tem que mandar no c…”.

camara002

Para alguns vereadores, que constam do áudio gravado por um integrante da reunião e compartilhado com a imprensa, aqueles presentes ali nas galerias – o povo de Lages – são ‘demonhedo‘.


SOBRE ‘GASTOS’ COM A IMPRENSA

A gente não tem procuração para falar em nome de nenhum meio de comunicação. Mas a verba da publicidade institucional é gasta de acordo com decisão do Presidente e da Mesa. E o valor aportado, a partir de empenhamento (dados constam no portal transparência) se destinaria à divulgação institucional. Não é um valor ‘investido’ nos meios de comunicação para que, em troca, fale-se bem do vereador. Se os vereadores pensam que é desse jeito, estão equivocados. Ademais, o poder público não faz um favor aos meios de comunicação quando aporta recursos da publicidade institucional, mas cumpre uma obrigação em nome da transparência. Ademais, via de regra, esses ‘gastos’ são feitos (e os empenhamentos confirmam isso) com os veículos de comunicação e não com este ou aquele integrante da imprensa.


ASSIM

Se a ideia foi ou for cortar o orçamento da publicidade, que isso ocorra por opção de economicidade e não de retaliação. Até porque, com um sem verba, os meios de comunicação não se recolherão do dever de informar. E se os vereadores ‘estão levando pau’ (termo que eles usaram na reunião gravada), é porque estão fazendo jus a essa reação dos meios de comunicação.

17 Comentarios

  1. Esses áudios precisariam ser mostrados e seus protagonistas identificados para a sociedade. Da sociedade (quem lhe dá os votos), eles se cagam de medo. Assim o “demonhedo” ficaria sabendo em qual diabo votou. Bando de sem-vergonhas !

  2. Um nível muito baixo de nossos vereadores e não é o caso de votar em quem tem curso superior, como querem algumas assumidades, pois o nível também não se alteraria grandemente. A questão é termos que aguentar esses bossais em nome da democracia e rezar para que não afundemos cada vez mais.

  3. Esse nada nobre que chama o povo de ´demonhedo´ deve se achar parte do ´anjedo´ de Lages, quando, na verdade, não passa de um ESTULTO EDIL (não confundir com o ´astuto ardil´ do hino da independência. É estulto mesmo! Se ele não souber o significado mas se souber ler – o que duvido – que consulte um dicionário)

  4. É muito fácil.

    Basta identificar as pessoas e promover o pedido de cassação do mandato por quebra de decoro parlamentar.

    Qualquer partido, Vereador, ou até mesmo a Mesa pode provocar sobre a o procedimento a ser declarado incompatível com o decoro parlamentar. Será votado por voto secreto e por dois terços dos votos o Vereador poderá perder o mandato.

    Tudo isso nos termos da Lei Orgânica. Basta querer!

  5. A “classe” política desse país sabe que a vida deles nunca mais será a mesma e, começa aqui na câmara de vereadores da nossa cidade… Podem espernear a vontade, estaremos sempre de olho em quem não nos representa verdadeiramente, se tem coisa nesse mundo que político tem medo é de não ganhar voto do demonhedo!

  6. A crise de consciência de alguns representantes da classe política reflete no cenário econômico, cultural e social de nossa querida cidade. Está na hora da faxina. Ou evoluímos no contexto acima citado ou viveremos a sombra de moribundos parasitas!

  7. Eles mandam fazer um asfalto e depois quebram pra fazer um saneamento, aii pedem verbas pra fazer os asfalto de novo, más na verdade eles gastam apenas o buraco mau feito do saneamento pra ganharem a verba de uma avenida inteira… agente é pobre mais não é burro. Bando de ladrões.

  8. Ahhhh os “moralistas”de plantão, sempre apontando seus dedos santificados contra os hereges pecadores… rsrsrs
    Só quero saber uma coisa: O traidor que gravou de forma covarde estas msgs… e vazou para a mídia.. devia ter a dignidade do Judas… e se enforcar…

  9. Que bênção que essa legislatura, que ao certo seria a falta dela porque não legislaram quase nada e quando o fizeram foi em troca de cargos e etc, está acabando. Alguns foram bons representantes, mas a gigantesca maioria não sabia nem aonde estavam tampouco as atribuições do cargo. Todavia, uns se reelegeram, logo, lamento muito porque por força da democracia temos os vereadores que merecenos.

  10. Cambada de vagabundos,a mais nos tinhamos que saber quem é o cara de pau em falar essas coisas,politica cada vez mais nojenta,quero ver os novatos que o povo confiou se vão bater de frente com quem está lá,ou vão ser cordeirinhos dos lobos velhos.

  11. Rui Alvacir teu avô deve ter orgulho por usar o nome da família. Meu Deus o que fizemos de errado. Votar nunca mais.

    • Não sei o que é pior se não votar ou um voto analfabeto de cidadania e visão de mundo… acho que no fundo o melhor é não votar…

  12. Tudo que acontece nos bastidores tem que vir a público sim, as pessoas tem que saber o que pensam e falam sobre o povo os figuras que se intitulam “Vereadores”, parabéns para quem divulgou o tal áudio.
    Quem compactua com atitudes como essas é digno de pena.

  13. A Câmara de Lages é uma representação do povo Lageano, ali estão toda parcela da sociedade, toda a nossa realidade enquanto povo, então porque reclamar se quem elegeu eles foram nós. Somos todos culpados pelo que acontece na câmara e na Prefeitura de Lages, todos responsáveis!!!!!!!

  14. Todos os traidores deveriam ter a dignidade de Judas…. Não há nada mais abjeto, mais vil, mais nojento e asqueroso que um Traidor… E, é uma covardia sem fim gravar e “vazar” fragmentos de conversas, sem que se conheça todo o contesto… COVARDIA sem fim…

Deixe uma resposta