Chapecoense: Sábado de dor e tristeza

0
302

Primeira imagem abaixo é do dia 01 de dezembro de 2013. Numa ação que tinha o poder público como parceiro, a Chapecoense se agigantava na hospitaleira Chapecó. Cada jogo era uma celebração…

rc

O então prefeito Zé Cláudio, governador Colombo e o deputado Merísio entrando na Arena Condá que recebeu investimentos do Estado para ficar em melhores condições para os jogos do Brasileirão da Série A

chape002

Três anos depois, a comoção da população de uma cidade que fomentou um time de guerreiros. As lideranças políticas presentes, porém, abaladas com todo o ocorrido!

chape003

O mundo todo com os olhos para o dia mais triste da história do futebol no Brasil.

chapea

Aqui em Chapecó a cidade chora esse momento!

chape001

Colegas de imprensa denro da Arena Condá cobrindo a despedida aos guerreiros. Cleiton Prado do SBT aqui de Lages na Arena embaixo d’água testemunhando esse sábado triste!

cco

Prefeito reeleito Burigon com o governador Colombo e o presidente Temer no aeroporto Serafim Bertasso, onde ocorreu a recepção dos mortos vindos da Colômbia!


PARLAMENTO BRASILEIRO:

AUSÊNCIAS NÃO SENTIDA

Advogado João Matias chama atenção para uma situação pertinente que merece uma reflexão. Na presença de autoridades nacionais nos atos fúnebres de Chapecó, nenhum representante do Parlamento Brasileiro. nada de Renan, nem César Maia, presidentes da Câmara e do Senado. E a razão é o contraste entre o momento de dor pela perda dos guerreiros da Chapecoense e da vergonha pelos atos praticados pelo parlamento brasileiro nesta semana.

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here