Diplomados eleitos de S. Joaquim e Urupema

Diplomados eleitos de S. Joaquim e Urupema

0 454

Juiz da 28.ª Zona Eleitoral de São Joaquim, Ronaldo Denardi, abriu nesta segunda-feira (05) no salão do Tribunal do Júri, o calendário de diplomações de prefeitos, vices e vereadores nos municípios abrangidos pela Amures.

sj001

O Magistrado com o Promotor de Justiça Gilberto Assink (esquerda) e o prefeito Humberto Brighenti, entregou o diploma a 27 vereadores, dois vices prefeitos e dois prefeitos e fez um discurso inflamado contra a aprovação pela Câmara dos Deputados de projeto de lei de combate à corrupção que tipifica como crime de abuso de autoridade determinadas ações de magistrados e promotores.


IMINÊNCIA DE GRAVE ATENTADO 

À AUTONOMIA DA MAGISTRATURA

O Magistrado fez um apelo à sociedade alertando sobre o sério risco de aumento da criminalidade e a impunidade caso o Senado aprove as alterações que foram realizadas no que deveria ser as dez medidas de combate à corrupção. O Juiz Ronaldo Denardi alertou que o país vive a iminência de grave atentado contra a independência e a autonomia da magistratura e do Ministério Público.

sj003

A entrega dos diplomas foi rápida. No registro acima prefeito e vice de São Joaquim acompanhados do prefeito Evandro Frigo e a vice de Urupema, Cristiane Muniz Pagani Almeida, todos eleitos no pleito de outubro. O ato da diplomação indica que todos estão aptos a assumir seus respectivos cargos


VEREADORAS DE URUPEMA

Chamou a atenção da plateia o fato de Urupema ser o único município da região com a maior bancada feminina. Das nove vagas, quatro foram conquistadas por mulheres.

sj004

As vereadores eleitas Gilda Pereira,  Elaine Rodrigues Matos de Souza e Miriele Borges Leite e Marilia Sutil de Oliveira receberam o diploma da Justiça Eleitoral

sj002

O prefeito eleito de São Joaquim Giovani Nunes (com o diploma na mão) discursou e deu enfoque à renovação e honestidade. O de Urupema Evandro Frigo Pereira falou dos desafios que os esperam diante da crise econômica do país e que exigirá dos novos gestores muita competência e eficiência pública.


QUAL A SITUAÇÃO DE BOM JARDIM DA SERRA?

Pertencente à mesma Zona Eleitoral, o município de Bom Jardim teve a diplomação apenas dos vereadores. O futuro prefeito depende de decisão do TSE. Se aquela Tribunal seguir a decisão do TRE/SC, acontece uma nova eleição. E, nesse caso, o presidente da Câmara (que será escolhido dia 1.º de janeiro) assume como prefeito até a nova eleição. Se o TSE decidir por reconhecer Cristiano Cardoso como prefeito eleito, esse que assumirá. A decisão deve sair antes da data da posse.

bomj

De Bom Jardim apenas os vereadores foram diplomados, aguardando o desdobramento da questão judicial que envolve a eleição para prefeito!

Sem comentarios

Deixe uma resposta