Mais de 500 anos de pena a autores de chacina

Mais de 500 anos de pena a autores de chacina

0 4039

Um dos crimes mais bárbaros registrados na história recente da Serra Catarinense foi a chacina ocorrida na localidade de Fundo do Campo, interior de Otacílio Costa. Foram mortos o casal Sebastião Pereira dos Santos, 57 anos e Laurita Muniz da Costa, 63 anos, além de Estuarte Ronaldo Schneider, 51 anos e sua filha Evelin Cris Tarunh Schneider, com apenas 8 anos. Selma Luzia Taruhn Schneider, 43 anos, foi a única sobrevivente do barbarismo cometido por Ademir de Liz e Luiz Carlos de Liz que foram presos e submetidos a julgamento pelo crime de latrocínio (roubo seguido de morte).


A SENTENÇA À DUPLA

De acordo com o espelho da decisão judicial emitida pela Juíza Mônica Grisólia Mendes, informada nesta quinta-feira, dia 15, Ademir de Liz foi condenado a 268 anos, 10 meses e 20 dias de prisão em regime inicialmente fechado. O outro acusado, Luiz Carlos de Liz foi sentenciado à pena de 281 anos, um mês e 10 dias de reclusão.

Luiz Carlos e Ademir de Liz, cujas penas de ambos somadas, chegam a mais de 549 anos por causa da chacina em Otacílio Costa


CABE RECURSO

Ainda na sentença proferida pela Magistrada, os dois condenados podem recorrer, mas sem serem postos em liberdade, conforme aponta o despacho:

“Deixo de conceder aos acusado o direito de recorrer em liberdade, porquanto entendo presentes os requisitos autorizadores da prisão preventiva, em especial a garantia da ordem pública, já que, além dos crimes terem sido repugnantes e cruéis, Ademir e Luiz Carlos, soltos, certamente voltarão a delinquir, pois possuem índoles distorcidas e distantes de qualquer princípio societário”.


TOTALIZAÇÃO DAS PENAS

É  preciso esclarecer que ninguém fica preso por mais de 30 anos no Brasil. Mas isso não impede que a condenação seja superior a essa quantidade de anos. Por isso que o somatório dos dois chega a quase 550 anos. Essa totalização repercute para a progressão de pena.


A CONDENAÇÃO

Considerando o somatório das penas, em consequência dos agravantes, a condenação imposta a Luiz Carlos e Ademir de Liz é uma das mais severas que se tem notícia aqui na Serra Catarinense. Provavelmente nunca ocorrera uma condenação do gênero na história da Comarca de Otacílio Costa. E a decisão da Magistrada Mônica Grisólia Mendes, a partir das provas nos autos e do teor dos crimes, dá uma resposta à sociedade, até mesmo porque os atos praticados pela dupla causaram comoção e revolta não só em Otacílio Costa, mas no Estado de SC.

Sem comentarios

Deixe uma resposta