Mãe e filha morreram no acidente da SC-114

Mãe e filha morreram no acidente da SC-114

0 3210

Atualizando as informações do acidente na rodovia que liga a Serra Catarinense ao Alto Vale do Itajaí:

O não atendimento à sinalização de trânsito pela condutora do veículo Gol placas CYZ-7802 (Joinville), Darlene Rossignol Rocha, de 25 anos, pode ter contribuído para o acidente trágico na SC-114, trecho entre Otacílio Costa e a BR-470. Mas as circunstâncias do acidente somente a Polícia Rodoviária Militar Estadual (Posto de Palmeira) é que irá apurar para os devidos fins.


CIRCUNSTÂNCIAS

O Gol bateu frontalmente contra o veículo Renault Clio 1.0 de cor preta, ano 2004, placas DMR-2395 de Lages, que tinha como condutor Philipe Cruz dos Santos, 34 anos. Com a violência da batida morreu no local, a passageira do Clio, Jhenifer Chaves Madruga, de 22 anos, que estava sentada no banco da frente. Viajava com ela no colo a filha Thaemi Pietra Madruga dos Santos, 2 anos. A criança morreu nos braços da mãe numa da cena chocante e triste. Uma passageira do Gol também morreu e outras três pessoas daquele veículo foram socorridas e encaminhadas ao hospital, a partir do trabalho do Corpo de Bombeiros de Otacílio Costa com ajuda do SAMU.


SOBREVIVENTES

Duas crianças que estavam no Clio sofreram ferimentos e foram encaminhadas ao Hospital Santa Clara de Otacílio Costa. Philipe Cruz dos Santos, pai de Thaemi e esposo de Jhenifer também foi socorrido. Mãe e filha residiam no bairro Santa Rita, em Lages. Uma outra filha do casal, que também estava no Clio, apresenta fraturas no nariz, mas está fora de perigo.

Colega Alisson Magalhães do Correio Otaciliense esteve no local fazendo a reportagem e, com o registro acidente, dá noção da violência da colisão

Nesta outra imagem, também e Alisson Magalhães para o Correio Otaciliense, o veículo Clio de ages, onde morreram mãe e filha. Jhenifer estava presa às ferragens, embaixo desse cobertor mostrado na imagem.


Imagens: Alisson Magalhães (Correio Otaciliense)

Sem comentarios

Deixe uma resposta