Ceron começa o ano indo ao Pronto Socorro

0
857

Pelo menos para três profissionais de saúde de quem recebemos mensagens, o gesto do prefeito Antônio Ceron clareando o ano na frente do Pronto Socorro (P. A. Tito Bianchini) foi considerado forçado (um deles cita como ridículo). “Ele não tem noção de que par uma cidade do porte de Lages, com seus quase 200 mil habitantes, o papel de prefeito é de gestão e não de exposição? Qual o resultado prático para quem fica na fila do Pronto Atendimento com esse tipo de visita dele? Nenhuma”, apontou um médico citando que o comportamento chega a constranger.

Depois de gravar uma mensagem de boas vindas ao ano, Ceron se deslocou ao Pronto Atendimento para uma visita. Na campanha ele se comprometeu a visitar uma UBS por dia, providência que fará já nesta segunda-feira, 02 de janeiro.


IDEIA DO GRINGO

A intenção do prefeito nesse tipo de comportamento é aproximar o poder público (gestor) das estruturas de atendimento de saúde, disparada a área com maiores problemas em Lages. Segundo Ceron, o propósito é humanizar a relação (se bem que ela já era humanizada) e perseguir resultados melhores em termos de respostas à população sobre os problemas do setor.

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here