Conheça o tipo de concreto entre Lages e Otacílio

Conheça o tipo de concreto entre Lages e Otacílio

5 4195

Exceto a Serra do Rio do Rastro, cujo pavimento em placas foi feito de concreto, por causa da necessidade do relevo e de alguns pedaços de vias em Floripa devido a viadutos e contornos, Santa Catarina não tem ‘estrada normal’ de concreto. Não tinha. E não será a SC-114 no trecho Lages a Otacílio Costa a primeira. Fomos conhecer o trecho que está sendo concretado entre o Porto de Imbituba e a BR-101. A razão desse reforço lá no Sul do Estado é o mesmo aqui da estrada para Otacílio Costa: caminhões pesados, sendo muitos com excesso de peso.


O MODELO DE ESTRADA

Não se trata de algo muito inédito porque – o uso do concreto – no Brasil. Aqui perto e nós o melhor exemplo é a BR-290, a rodovia Osvaldo Aranha, que entre Osório e Porto Alegre se chama Freeway. Ali o concreto é que predomina. E será nesses moldes que teremos esses poucos mais de 30 km entre Lages (Índios) e Otacílio Costa. Além de durabilidade, o concreto reforça a segurança porque à noite dá melhor visibilidade. Em termos de aderência tem suas características próprias, mas a execução da obra é o grande diferencial para que a pista tenha durabilidade.

Aqui uma ideia da camada de concreto e a liga (um rejunte especial) que faz a ligação entre os blocos

Entre uma faixa e outra, os blocos são interligados com ferro, o que impede que as placas se dividam…

Esse rejunte me deixou encucado, mas se trata de um produto com capacidade de ligação extremamente, impedindo que o maior inimigo do pavimento, depois do tráfego pesado, no caso a umidade, interponha-se entre as placas!

Embora custe até três vezes o valor de uma pavimentação asfáltica, a durabilidade é muito maior. Existem duas opções de colocação do material: fazendo base desde o zero ou sobrepondo ao asfalto já existente. No caso dessa obra a opção é a colocação em cima do asfalto, algo que acontecerá também entre Otacílio Costa e Lages

Portanto, esse é o modelo de pavimento que rasgará as retas de Índios em direção a Cadeados, passando por Palmeira, até chegar em Otacílio Costa. Em extensão, o trecho da SC-114 será o maior em concreto de SC. Por enquanto, porque tem projeto para esse tipo de pavimento em outros pedaços de rodovias do Estado.

5 Comentarios

  1. É claro que com esta grossura de concreto custa muito mais e dura um pouco mais de tempo, só que a rugosidade do concreto se adapta a uma serra do rio do rastro do que uma rodovia de retas.Como será o comportamento com os caminhões ultra carregados da serra.

  2. Se este pavimento passar nos testes desta rodovia entre Lages e Otacilio Costa, sem dúvida será um marco em modernas alternativas de pavimentação.

  3. Mesmo tipo de pavimento que o Governo do Estado está aplicando na principal avenida de Imbituba, que liga a BR 101 ao Porto, que obviamente possui grande fluxo de caminhões pesados. Uma obra digna de aplausos.

Deixe uma resposta