Lages: Centro Educacional corre risco de interdição

Lages: Centro Educacional corre risco de interdição

12 18205

Baseado num relatório da Vigilância Sanitária o Ministério Público que atua na Comarca de Lages conseguiu um feito importante para proteção e estudantes e docentes do Centro Educacional – a Escola de Educação Básica Vidal Ramos Júnior – na frete do Angeloni. O Judiciário atendeu a ação do MP e determinou que o Governo do Estado repare irregularidades na estrutura física, inclusive infiltração nas salas de aula, falta de limpeza e organização no laboratório, portas e vidros quebrados, fiação e encanamento soltos, fissuras nos pilares e desplacamento de concreto.


E MAIS

Outro parecer técnico, assinado por um engenheiro civil, indica fissuras, trincas, rachaduras, desplacamento em vários locais – deixando a armadura exposta e sujeita à oxidação e corrosão – além de fiação de energia elétrica exposta em vários pontos. Como é um período de recesso, o prazo estipulado na sentença é de 60 dias. Depois disso, o Estado pagará R$ 200,00 de multa por dia até atender aquilo que é solicitado na ação. Também após esse prazo, o Centro Educacional deve ser interditado (tipo ocorreu com o Colégio Aristiliano) e as crianças serem transferidas para outras unidades escolares, enquanto as obras forem executadas.

Imagem da parte interna do tradicional Centro Educacional de Lages, a maior escola da rede estadual na Serra Catarinense e que está com o ginásio de esportes interditado e corre o risco da própria instituição ser interditada por falta de ação do Estado em reparos!


AGORA, CONVENHAMOS!

Para uma escola pública chegar a esse ponto é porque a falta de providências se tornou gritante. Se Lages tivesse algum representante com tinta na caneta na Secretaria de Estado de Educação, não se chegaria a esse princípio de caos. Alguém discorda disso? Quando Vigilância Sanitária e Ministério Público precisam interferir e conseguir uma decisão judicial para obrigar o Estado a fazer aquilo que deveria ser rotina é porque a situação está feia.

12 Comentarios

  1. A ADR e nossos deputados estão só de figuração ou simplesmente existe um complô para fechar e diminuir nossas escolas, para aí sim dizerem que estão economizando, deveria haver um engenheiro na ADR para fazer laudos e visitas nestas escolas que estão se deteriorando.

  2. Faltou citar o fato de q há pouco tempo atrás foi liberada uma verba enorme para reforma de toda a escola, reforma essa q se iniciou e ficou inacabada, faltou esclarecimento do que de fato aconteceu, borburinhos de que até o último diretor foi afastado por possível envolvimento no caso…

  3. Você está equivocado Edson! Lages “tem sim” representante com tinta na caneta na Secretaria de Estado de Educação. Primeiro o “chefão, o ordenador primário” que atende pelo nome de João Raimundo Colombo e depois, a Secretária Adjunta da Educação – Elza Marina Moretto.

    O que falta na verdade é consciência crítica e política à este povo para saber escolher seus verdadeiros representantes. Sinceramente como Lageano não me sinto contemplado por este des(governo) que aí está!

    Tenho dito!!!

  4. O que esperar de uma secretaria que tem o João Alberto como titular, que só sabe dizer amém a um govêrno que está “cagando” e andando prá nossa cidade, que agora tem um prefeito, que não tem a maioria dos votos dos lageanos. Lages está mesmo fadada a voltar a ser o caminho das tropas. A Moretto, outra “teteira” de carreira. E pensar que daqui a pouco êstes trezentos secretários e secretários dos secretários, estarão todos abrigados na mãe prefa!. Caos total à vista…..

  5. Me desculpe mas,a respobsabilidade não é só do governo estadual mas,sim da administração municipal e da direçao da escola pois,juntos deveriam ir ao governo estadual com as solicitações porque o gpvernador tem um estado todo para governar não tem como ele saber o que acontece em cada escola de todo estestado é inviável e impossível. Por isto temos os governantes em cada municipio , e bem sabemos que a nossa cidade nestes ultimos 4 anos ficou praticamente ou totalmente sem prefeito e secretarios ou o povo já esqueceu o que ocorreu com a administração anterior. Devemos começar a cobrar por ordem de hierarquia ,.E tem também a responsabilidade da administração da escola. Onde está a direçao desta escola ,até mesmo os pais e alunos que não reclamaram ,tdos somos responsáveis. Acorda povo ,vamos atrás dos nossos direitos .

    • Administração municipal??? Mas a escola é estadual!!! O que é que a administração municipal tem a ver com isso? já bastam os problemas das escolas municipais para resolver, agora tem que verificar coisas que não são da alçada dele ? Sinto muito dizer, mas ou você é muito mal informada, ou está tentando desculpar o que não tem desculpa.

  6. Lages é a terra dos iluminados….Vergonha foi transferir o Vidal Ramos para
    um buraco com o Centro Educacional tendo espaço suficiente para construção
    da mesma área do Vidal Ramos novo e ainda sobraria grana para a “reforma”
    do Centro Educacional…..
    Tem certo especialista em obras públicas que “reformou” o Centro Educacional….
    Parente de um ex-………da República……”Reforma daquelas”……..

  7. Essas reformas de colégios tem muitas histórias, lembro que foi feita a reforma do Colégio Aristiliano Ramos no calçadão, gastaram mundos e fundos tudo sob a responsabilidade da tal SDR (cabides de emprego), O então Governador naquela época era o finado LHS, inventor dos cabides, e muito pouco tempo depois, bota pouco nisso, embargaram a instituição pois trazia riscos para os estudantes e professores, e nós como bons brasileiros aceitamos aquele absurdo bem quietinhos, ninguém foi responsabilizado e pessoas que ocupavam cargos na tal “Secretaria” se elegeram em eleições que se sucederam e tudo continuou normalmente, e o dinheiro público foi mais uma vez jogado pelo ralo.

  8. Não há como contestar que Lages têve, apesar de todos os contratempos criados, com o Elizeu, uma das melhores, senão a melhor administração do últimos tempos. A situação do colégio ESTADUAL, é sim de competência do estado, que aliás é quem nomeia os diretores, para representá-lo. Estranho que têve uma reforma recente, e já está caindo. Um cidadão citou possível especulação imobiliária, pois o terreno está numa área nobre, bem valorizada. Sinceramente não duvido. Da mesma forma está nossa segurança, onde os comandantes que deveriam cobrar do estado condições para desempenharem sua função principal, a de proteger as pessoas, vem com a idéia de se fazer uma “vaquinha”, com os já supertaxados contribuintes, para manterem viaturas em condições de trabalho. Sinceramente, e pensar que teremos quatro anos de retrocesso total, com o prefeito empurrado goela abaixo…..

  9. O Centro Educacional nesta situação comprova a incompetência em estado absoluto de todos os que a ele estão ligados… especialmente o Governo Estadual… sem esquecer que há anos o MP está engavetando a apuração das graves denuncias feitas pela APP sobre gravíssimas irregularidades nas obras da reforma inacabada daquela escola… incompetentes.. incompetentes.. incompetentes… ou seria… canalhas.. canalhas.. canalhas…???

Deixe uma resposta