Globo Ecologia e o plantio de araucárias

Globo Ecologia e o plantio de araucárias

0 624

Nas férias quando a gente recorre à parabólica, percebe algumas campanhas veiculadas pela Rede Globo que não são tão comuns na emissora aberta (RBS). Uma dessas campanhas é do projeto Globo Ecologia. A chamada que dura 60 segundos explica detalhes sobre a prática (que não é folclore) da Gralha Azul enterrar pinhão que, após o pássaro esquecer do local, acaba nascendo e dando origem a outra árvore. O programete mostra ainda o uso de aviões de plantio para semear pinhão em extensas áreas para que, a partir dessa prática, a floresta de araucária aumente.]


PORÉM…

O que o Globo Ecologia poderia bater também – e por certo daria mais resultado no repovoamento da floresta de araucária – é o fato da não realização de manejo florestal estar impedindo que novas árvores cresçam. A prática do corte dos pequenos pinheirinhos logo que surgem nos campos é comum e constante nas propriedades. Como a araucária engessa a propriedade (tornando o local impróprio para pastagem), os pequenos pinheiros se constituem inço e o cortar logo cedo tem sido a melhor forma de evitar o ‘risco’.

Ilustramos a informação com essa imagem de exatamente quatro anos, quando a Polícia Ambiental flagrou um corte de araucária no interior de Bocaina do Sul. Por curiosidade caberia saber qual o desdobramento ao proprietário da área cujas araucárias (já adultas) foram ao chão.

Sem comentarios

Deixe uma resposta