Novo Centro: A maior transformação de Lages

1
4332

Longe, muito longe de mim estar galopando contra a manada. Nem tão pouco jogando pedras na modernidade como se nunca tivesse caminhado pelas hamblas que ligam a orla à Praça Catalunha em Barcelona ou visitado outras praças em cidades europeias como Porto e Lisboa ou Paris, Munique e assim por diante para não acharem que estou me exibindo.


PORÉM

O choque de acesso que representará a revitalização do Centro de Lages é algo enorme. O Centro poderá perder seu foco como referência comercial para dar prioridade ao deslocar de pessoas a pé, com espaços para contemplações e descanso. Algo absolutamente moderno, dentro do conceito de grandes cidades, mas preocupantemente engessante, precisando que haja uma completa mudança de mentalidade de consumidores e comerciantes.


O QUE SE DISCUTIU NESTA SEMANA

Reunião sobre o projeto da revitalização apontou que:

‘Na análise final do projeto serão discutidas questões pontuais relacionadas ao trânsito e estacionamento de veículos. O conceito geral, porém, está definido e não sofrerá alterações. A proposta, muito comum na Europa, é priorizar as pessoas e fazer com que façam do Centro da cidade uma área de convívio, e não apenas de busca por serviços, especialmente o comércio’.


A CONCEPÇÃO DO PROJETO

Serão eliminados desníveis entre calçadas e ruas, permitindo acesso restrito aos veículos, que trafegarão em baixa velocidade em meio aos pedestres. O projeto prevê ainda espaço para bicicletas, bancos, acessibilidade, vegetação típica da região e eficiência energética. “Esse processo de urbanização objetiva reativar o Centro da cidade com um novo uso, trazendo as pessoas para o convívio. Elas não frequentarão essa área apenas para ir a uma loja, mas irão desfrutar, passear, tomar café e ler jornal. Estudos na Europa apontam que o faturamento do comércio aumenta com isso”, explica o engenheiro Carlos Roberto Olsen da empresa que elaborou o projeto.


ADR:

‘LAGES MAIS MODERNA E SEGURA’

Para a Praça João Costa está prevista uma estrutura para shows, exposições e outros eventos, além de banheiros e uma unidade da PM. “Vamos concluir esses ajustes no projeto para, em seguida, lançar a licitação. Queremos iniciar as obras o mais rápido possível, pois os recursos do Governo do Estado estão assegurados e reservados especialmente para isso. Com 250 anos de história, Lages precisa e merece essa revitalização para ficar mais moderna e segura, o que vai melhorar o comércio, o turismo e, consequentemente, aumentar a autoestima da população”, diz o secretário João Alberto Duarte (ADR).



CALÇADÃO ANTES E

DEPOIS DA REVITALIZAÇÃO

Como está a principal praça de Lages…

Como deverá ficar com a revitalização, inclusive sem o colégio Aristiliano Ramos



RUA NEREU RAMOS ANTES

E DEPOIS DO PROJETO

Como é atualmente a rua Nereu Ramos com estacionamento nos dois lados e duas pistas de tráfego de veículos

Como ficará depois do projeto de revitalização com passagem única de veículos, sem estacionamento e amplo espaço para pedestres nas laterais!

COMPARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. “Revitalizar” os bairros ninguém quer né? Continuaremos com esgotos a céu aberto, ruas sem pavimentação, estudantes e pedestres em geral, tendo que caminhar pela via, por falta de calçadas em muitas ruas movimentadas… basta sair do “Centro” e trafegar por exemplo pela Jonas Ramos Martins e João Goulart, nos bairros Pisani e Tributo, Heitor Villa Lobos próximo ao IFSC, tomadas pelo mato, apenas para citar algumas…
    Mas é isso aí, não podemos ir contra a modernidade, ainda mais tendo com modelo “tendências europeias”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here