Lages espera Iphan para asfaltar a Coxilha Rica

0
1350

Representantes da Fatma e do MPF (Ministério Público Federal) realizaram vistoria técnica no trecho que será asfaltado da SC-390 (que adentra em direção à Coxilha Rica). A região, uma das mais belas e preservadas do Estado, possui características históricas, como por exemplo, os muros de taipa, que já estão em processo de tombamento. Por essa razão, os projetos de melhorias de infraestrutura precisam ser previamente aprovados pelo IPHAN. “Ainda falta esse instituto autorizar o início da pavimentação para, na sequência, a Fatma liberar as licenças ambientais”, explica o secretário Claiton Bortoluzzi, que acompanhou a vistoria.

Representantes da Fatma e MPF (Procurador Nazareno) acompanharam secretário Bortoluzzi na vistoria técnica ao trecho onde será asfaltado. Técnicos do Iphan virão a Lages ainda neste mês para conhecer a realidade e se manifestar sobre a obra


PONTES ESTÃO SENDO CONSTRUÍDAS

Claro que o asfalto rasgará a Coxilha Rica. A pavimentação que começará na BR-116 (ali na boca da Vigia) adentrará em direção ao Bodegão, passando pelo viaduto da linha férrea, cortando os campos da Coxilha. Porém, mesmo que haja algum problema no caminho, uma herança já ficará dessa obra: a construção de pontes em concreto sobre rios como o Pelotinhas, Penteado e Tatetos. Cada chuva mais forte, as pontes de madeira descem em direção ao Pelotas. Com essa estrutura de concreto, cujas obras foram retomadas, esse transtorno da Coxilha ficar isolada será coisa do passado.

Uma empreiteira desistiu da obra e foi necessário fazer uma nova licitação para construir pontes como essa no Pelotinhas

Além do tráfego local ás propriedades, a Coxilha Rica amplia seus horizontes com o agronegócios (principalmente soja) e a madeira de reflorestamento é uma realidade com o transporte constante de pinus para as madeireiras


ENTENDA O TRAÇADO DA SC-390

Essa estrada, na verdade, vai chegar em Tubarão. Ela vem do Meio Oeste, tem um trecho de chão batido que vai começar a ser asfaltado entre Celso Ramos e Anita Garibaldi, depois o trecho de Campo Belo até a BR-116 está em obras. Adiante serão pavimentados 27 Km Coxilha Rica adentro. Ela volta com essa denominação (390) em São Joaquim e segue pela Serra do Rio do Rastro até Orleans. Ali o traçado dessa rodovia vai por Pedras Grandes até a BR-101 em Tubarão. Estradinha longa essa!

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here