O homem de meio século de jornalismo em Lages

1
946

O jornalismo da paróquia tem alguns cernes que merecem reverência. Paulo Ramos Derengoski é um deles. Névio Santana (o pai) se constitui outro gigante que a gente não se cansa de reverenciar. E para formar o trio, a segunda-feira, 13, foi dia de render homenagens a Francisco de Assis, o Chico. Nosso colega de O Momento completou meio século – isso mesmo – 50 anos de peleia no jornalismo de Lages. Vida longa ao vivente que parece apenas assistir o tempo passar sem passar junto com o tempo!

Vereador e jornalista Lucas Neves fez questão de compartilhar esse retrato com o cinquentenário (de jornalismo) Francisco de Assis



LAGEANO NAS REDES SOCIAIS

Não necessariamente é desse jeito, mas tem certo sentido!

COMPARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Na verdade são matusaléns da imprensa lageana e com um poder longevo muito grande, os jovens devem se espelharem nestas experiências de vida, pois em suas épocas era árdua o tratado da imprensa, hoje temos internet, computadores e demais acessórios que nos facilitam enormemente a lide jornalística, e o cruel é que não é um time de futebol com reservas, não há renovação nas artes lageanas, na poesia, na literatura e em outras áreas, não há leituras nos jovens, as faculdades facilitam muito, conheço casos em que foram feitos projetos de monografia sem ter havido nenhuma leitura de livros, vai-se na internet e copia e cola, cria-se um comportamento cultural quase igual, pois a internet nivela os usuários, por isso o comércio de livros caiu imensamente e quando nossos intelectuais de valores morais inabaláveis se aposentarem, quem lhes irão substituir, é uma dúvida premente pois eles congregam em si, diplomaticamente o respeito de todas as alas e ideologias lageanas, o que é notável. Até em relação aos reacionários lageanos, eles são bem quistos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here