Deferida candidatura de Ostetto em Bom Jardim

0
2954

Daí a cautela na notícia em relação à nova eleição em Bom Jardim da Serra. Houve quem informasse que a candidatura de Pedro Ostetto (atual prefeito interino) estava impugnada. E na verdade o que tinha acontecido era um pedido de impugnação. E entre o pedido e a concretude do ato, há um longo caminho. Aliás, caminho que não se consubstanciou visto que, a partir do pedido, houve a análise judicial para decidir pela impugnação ou não.


E O QUE OCORREU?

Na sentença desta sexta-feira, 17 de fevereiro, o juiz titular da 28.ª Zona Eleitoral de São Joaquim, que abrange Bom Jardim, Ronaldo Denardi, deferiu a candidatura tanto de Pedro Ostetto quanto do vice, Luiz Carlos da Silva (Dídio).


O QUE O MP QUESTIONOU E

O TEOR DA DECISÃO JUDICIAL

Para o Ministério Público Eleitoral que pediu a impugnação de Ostetto, o problema residia no prazo da desincompatibilização. A lei fala em 120 dias de afastamento da função de fiscal de tributo, cargo efetivo de Ostetto na administração de Bom Jardim. E esse se afastara da função em 02.01.17 – 90 dias antes do pleito. Ocorre que na análise judicial, não se observou os 120 dias porque lá naquele prazo (02/12) não havia decisão sobre a nova eleição em Bom Jardim. E não teria como o superior de Ostetto o licenciar para algo que não se sabia que ocorreria (a nova eleição).

Aqui está a parte final da sentença do juiz Ronaldo Denardi onde defere a candidatura da coligação, cujo questionamento fora feito pelo Ministério Público Eleitoral.

Ostetto que é prefeito interino de Bom Jardim, neste registro de Zé Rabelo, recebe projeto da Amures das mãos do presidente Thiago, prefeito de Rio Rufino


OSTETTO VERSUS SERGINHO

Com essa definição, Bom Jardim protagonizará uma disputa interessante. Será o grupo do ex-prefeito Topanotti, tendo como candidato a prefeito o então vice Serginho de Oliveira (PTB) contra o atual prefeito interino, que se elegeu vereador e presidente da Câmara, Pedro Ostetto (PSD). Na disputa do ano passado o grupo de Topanotti (que colocou a esposa para disputar e por isso foi anulada a eleição) venceu por 109 votos de diferença o candidato Cristiano Cardoso. Em abril será uma espécie de tira tema!

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here