Ceron: ‘A reforma não é um cavalo de batalha’

3
1585

Não está naquela listinhas das preocupações do prefeito Ceron a não aprovação da reforma administrativa que está na Câmara ou a votação do projeto com emendas que descaracterizem a proposta original. É que a reforma proposta faz parte daquela ideia vendida na campanha eleitoral de austeridade e se os vereadores fizerem emendas que fujam da essência, não restará razão para sua aprovação. “Não estamos colocando um projeto que traga gastos ou dificuldades aos cofres públicos. Pelo contrário, a reforma proposta é absolutamente vantajosa ao município. Cortamos gastos, reduzimos cargos e tem mais de R$ 750 mil de economia por mês no texto enviado”, confirma Ceron.


SE O PROJETO FOR ESFACELADO…

O prefeito não se preocupa com a aprovação, mas admite que se o projeto for esfacelado, não haveria razão de sua existência. “Se for o caso continuo governando com a estrutura anterior e ataco a economia não fazendo nomeações. Mas a proposta na Câmara é para enxugar”.


EMENDAS DO PRÓPRIO EXECUTIVO

Segundo Ceron, se houver emendas que contribuam para manter a essência, a austeridade e a economia ao município, tudo isso pode ser respeitado ou acatado. “Nós mesmo estamos enviando emendas para fazer algumas correções adaptando o texto àquilo que até o Ministério Público sugeriu”, relata o prefeito. Ele acredita que a matéria pode ser votada nesta segunda-feira.

Ceron otimista com a aprovação da reforma que permitirá que formate a administração ao seu estilo com redução de gastos e diminuição do número de cargos

COMPARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. Boa noite Edson. As vezes você não pública os comentários achando que tudo é contra o Ceron. Sabemos de sua proximidade. Mas as vezes é um alerta para o Gringo. Vejamos. Final de semana sem água em diversos pontos da cidade, até mesmo nas áreas baixas, rua São Joaquim. Aí a rádio Clube, pode confirmar, tentou uma entrevista com o secretário e ele se negou. Justificou que estava em Floripa para uma agenda. Sqn. Os serranos gostam do litoral, mas quem tem de trabalhar volta domingo após o almoço ou mesmo a noite. Tudo bem estar na praia fim de semana, mas agenda de que? Estranho que passou Janeiro em Jurerê, Aí não se pode criticar vereadores, que assumem dia primeiro e já entram em recesso. Assumiu a Semasa em janeiro e já de férias? E o mais estranho , quando trabalhava no Estado, terça ainda não tinha ido e sexta já voltou. Estava direto na lotérica e de noite em um clube dá cidade.Agora que “trabalha” aqui e está direto em Floripa. Será que foge do trabalho? Estava precisando de férias, deveria ter a honradez de assumir quando estivesse descansado. Abre o olho Ceron

  2. A administração passada propagandeou que havia resolvido o problema da falta de água em Lages. Como se vê agora, era mais uma inverdade. Tenho certeza de que a atual administração vai resolver mais essa “herança”.

  3. gostei mto do comentario do lajaica,é mesmo,agora que trabalha em lages não sai de floripa,mas ano que vem tem eleição dai o secretario estara com animo para trabalhar.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here