Massa de ar polar? Como assim, Ronaldo Coutinho?

1
9675

Corremos no twitter do homem que mais entende de previsão do tempo aqui em cima da Serra (e um dos mais entendidos do Sul do Brasil), Ronaldo Coutinho, para saber e entender sobre a possibilidade da entrada de uma massa de ar polar assim, devereda, no mês de março na Serra Catarinense. “Estamos monitorando e nos próximos dias já teremos a conclusão”, antecipa o meteorologista da Climaterra, cujo trabalho abrange além dos boletins informativos para várias emissoras de rádio e TV, consultoria para o setor de agronegócios orientando e alertando sobre efeitos climáticos.


SOBRE A MASSA DE AR POLAR

Segundo Ronaldo Coutinho, a possível presença do fenômeno que causaria queda brusca de temperatura neste mês é a transição das estações (verão para outono). Coutinho aponta, a partir da análise das tendências meteorológicas que ele consulta, que teremos um inverno antecipado. E bastante frio. Ou seja, o mormaço está com os dias contados aqui em cima da Serra. Leia a interpretação do meteorologista:

“Fevereiro e Março marcam a reta final do verão, que poderá terminar mais cedo, fins de fevereiro na Serra e meados de Março na maior parte de SC, tende a ficar entre a média ou abaixo da média na temperatura e chuva, também irregular. Novamente poderemos ter extremos de temperatura tanto máxima como mínima. De um a dois períodos de frio mais forte que o normal (abaixo dos 4/7°C no topo da Serra e entre 8/15°C na maior parte de SC) e um ou dois com calor forte (acima dos 34/38°C na maioria das cidades e acima dos 38/41°C nas mais quentes, e entre 28/31°c no topo da serra) e curto (4/7 dias) e chance de geada na Serra com mais madrugadas frias que o normal”.

Esse mapa ilustra a informação de Ronaldo Coutinho sobre a queda de temperatura em pleno mês de março nos campos de cima da Serra


Mais informações sobre as previsões de Ronaldo Coutinho você pode conferir direto na fonte clicando aqui!

COMPARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Seria bom esclarecer que o Sr. Ronaldo Coutinho NÃO É METEOROLOGISTA. É engenheiro agrônomo e mesmo que tenha algum conhecimento e experiência como autodidata, a formação acadêmica específica e registro no CREA também específico são requisitos legais imprescindíveis. Sem esses requisitos, configura-se em EXERCÍCIO ILEGAL DA PROFISSSÃO!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here