Lages Business Park: Contraponto sobre o projeto

0
2139

Porque o assunto se esparrama além das salas de reuniões sobre o tema, eis a opinião do publicitário Luciano Serpa sobre a questão da implantação do Condomínio Industrial de Índios, às margens da BR-282:

“Prezado Edson, fica claro que a desinformação quanto ao Lages Business Park impera na cidade e na atual administração. Basta dar uma breve olhada no contrato, que é público, e verificar tudo que envolve um condomínio deste porte. É lógico que em qualquer empreendimento desta natureza os serviços são essenciais para seu pleno funcionamento. Desde restaurantes, postos de gasolina, área para eventos, cafés e hotel. Imagine um conglomerado de grandes empresas instaladas num determinado local e estes serviços simplesmente não existirem?”


SEGUE O SERPA

“Outro detalhe importante, mas que passa despercebido, este é um condomínio empresarial, com foco em indústrias. Mas em nenhum lugar do mundo outros segmentos são barrados, desde que agreguem valor ao empreendimento e gerem receita para o município e para os empreendedores. Para finalizar, seria o único caso no Brasil onde a concessionária de energia seria contrária a um investimento que, mesmo sem todos os lotes comercializados, certamente teria um potencial de demanda muito maior do que uma fábrica de caminhões”.


POR FIM, ASSIM…

“Parece que em Lages a fantasia é mais viável do que a realidade. Querem desmerecer um projeto que visa o futuro da cidade e de toda a região. Temos que parar de achar que uma ação concreta, criada e implantada por outra administração, possui vício de origem, que não tem potencial de implantação e gera questionamentos completamente superficiais e fantasiosos. Isto acaba afastando os investidores e desestimulando os empresários locais e de fora. Não adianta só pensar grande. Precisamos, também, agir com grandeza”.

Há, portanto, uma visão de que o projeto no distrito de Índios é possível e viável, basta-lhe suor e aportes!

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here