Órion responde: Lages pode ser Cidade Inteligente?

4
628

O que são Cidades Inteligentes?

Vice-presidente do Ciasc, Luiz Antônio Costa Silva, responderá essa indagação durante palestra no Centro de Inovação do Órion Parque, nessa sexta-feira (10). A entrada é gratuita, com início às 19h30min.

Baseado na premissa de Cidades Humanas, Inteligentes e Saudáveis (CHIS), o Cidades Inteligentes é um conceito pelo qual a população vivencia experiências relacionadas à tecnologia de informação, comunicação e gestão urbana e social.


LAGES NA TRÍPLICE HÉLICE

Tema bastante abordado na iniciativa privada, bem como em todas as esferas de governo e, sobretudo no meio acadêmico – uma vez que, segundo Luiz Antônio, existem cadeiras específicas que abrangem o Cidades Inteligentes dentro das universidades. E ele aponta:

“Lages tem um potencial muito grande para se transformar em uma Cidade Inteligente, a começar pela história que carrega. Por sua vez, o Órion Parque é um grande incentivador desse princípio e será um forte aliado com a transmissão de conhecimento e na integração dos pilares da tríplice-hélice (Academia, Iniciativa Privada e Governo)”, argumenta Luiz Antônio.

Aqui as informações sobre essa iniciativa bastante interessante para quem deseja ajudar a pensar a Lages do futuro

COMPARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

  1. Não, não conseguimos nem acabar com a fome e o desemprego em nossas periferias, não possuímos gestores capacitados, só daqui a mil anos.

  2. Precisa mudar algumas coisas (e pessoas) e todos sabem o que e quem.
    Mas como não vai mudar, será mais um sonho apenas sonhado.

  3. rsrsrsrs… Claro que sim… e o maior exemplo disso é o que a vanguarda do atraso que domina a prefeitura há décadas quer fazer: Acabar com o Polo EAD da UFSC (Sistema Universidades Abertas do Brasil UAB), que oferecia 10 cursos de Graduação Universitária a distancia totalmente gratuita… 500 vagas ha um custo de R$ 6.500,00/mês… ou seja R$ 13,00 por aluno mês… Duas cervejas não muito geladas…

    E não tem um único Procurador da Justiça preocupado com isso…. eu não consigo entender…

    Cidades inteligentes são projetos baseados no uso de tecnologia de ponta… pensar nesse nível numa cidade onde uma boa parcela do povo ainda não aprendeu a tecnologia de jogar o lixo no lixo… ( é só olhar e ver o que sai do rio a cada enchente do Carah) e muito menos, separar esse lixo em reciclável e não reciclável é um tanto sarcástico… É praticamente um deboche aos medianamente inteligentes…. Uma cidade onde boa parte dos cidadãos ainda não aprenderam a tecnologia básica do respeito a faixa de pedestres… me poupem…

    Até 2015 apenas 3 projetos de cidades inteligentes foram criados no mundo: A coreana Songdo, a dinamarquesa Copenhague e a americana Santa Ana… No Brasil sera inaugurada este ano a primeira smart city em Croatá, no interior do Ceará. Denominado Smart City Laguna, o complexo será construído dentro dos padrões do programa governamental “Minha Casa, Minha Vida” e receberá aproximadamente 25 mil habitantes. A responsável pelo projeto é a empresa italiana Planet.

    O que me deixa realmente perplexo.. é que qualquer conversa para boi dormir encanta as mentes delirantes lageanas… A cidade campeã nacional de ações trabalhistas e com um dos maiores índices de pobreza do Estado… antes e depois do Colombo (nada mudou… alias piorou… em termos de PIB caiu mais 3 posições) precisa acordar dos seus devaneios.. e pisar no chão…

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here