Aposentadoria: Carmen adota postura ‘bem tucana’

0
1952

Radialista Jones Paulo colocou na pauta de seu programa na Rádio Guri AM (Menina FM) a indefinição sobre a posição da deputada Carmen Zanotto (PPS) na reforma da previdência. Assunto acabou rendendo uma conversa entre a parlamentar e os sindicalistas da Casa do Trabalhador. Na prosa a deputada Carmen Zanotto manteve postura prudente sobre o tema. Não disse se é favorável e nem contra. Aponta que é preciso aguardar para ver como será formatada a proposta definitiva sobre a reforma. A partir disso pretende se posicionar e, naturalmente, votar.


OU SEJA

Hoje Carmen não é contra e nem a favor da reforma. A deputada lageana está bem tucana. Em cima do muro. É uma posição ruim, mas não é horrível. Ruim porque qualquer pessoa que busque se aposentar sabe que a reforma do jeito que está sendo proposta, será muito prejudicial. E não é horrível porque Carmen Zanotto tem tempo para estudar, debater e, só depois disso votar!

A parlamentar lageana na conversa com sindicalistas da Casa do Trabalhador sobre a reforma que, da forma como está, será perversa ao extremo contra todos, sem exceção

Jones Paulo (segundo da direita para a esquerda) que provocou a conversa entre sindicalistas e a deputada, acompanhou a prosa. Vereador Amarildo Farias também se integrou à conversa com os representantes de sindicatos com abrangência em Lages e na Serra Catarinense


Imagens: Zé Rabelo


ALGO É FATO

Não existe a mínima chance da reforma da previdência ser benéfica ao cidadão. Nem ao menos gerar efeitos menos drásticos as mudanças se propõem. A idade mínima de 65 anos para se aposentar, uma soma de 49 anos de contribuição, fim da aposentadoria rural sem contribuição, igualdade de tempo para homem e mulher se aposentarem. São apenas quatro das perversidades contra o trabalhador!

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here