SAMU em Lages: Uma preocupação que é conjunta

0
576

Respeita-se imensamente aqueles que dizem diferente e também os que procuram defender uma situação que não condiz com a realidade dos fatos. Porém, a hipótese de Lages perder a Central de Regulação do SAMU era algo real, como continua sendo no futuro. Para se ter ideia, houve estudo inclusive para que toda a central desse serviço fique apenas em Florianópolis, sem nada no interior do Estado (atualmente são 7 no interior e uma na Capital).


E…

O propósito de desativar Lages existia reduzindo de oito para quatro as centrais em SC. Perderíamos uma estrutura mais próxima e também cerca de 50 empregos. Credite-se ao governador Colombo a postura de impedir a desativação aqui, transferindo a central para Chapecó. Há uma informação de bastidores que envolveu episódio relacionado à Secretaria de Estado da Saúde, mas que convém nem entrar no mérito, já que o assunto se resolveu. Pelo menos por hora.

Imagem ilustrativa da central de regulação do SAMU cujo trabalho de triagem determina atendimento por telefone ou presencial através de equipe de emergência. Corríamos o risco de perder essa central, com os trabalhos se concentrando em Chapecó


FORÇA POLÍTICA

É inconteste que a força política é fundamental nessas horas. Observe que Balneário Camboriú tem uma Central de Regulação. O município fica ali pertinho de Floripa e Blumenau (que também têm). Adivinhem quem era o governador do Estado na época que se instalaram as centrais do SAMU? Logo, a força política conta muito.


COMUNIDADE MUITO ANTENADA

A repercussão do assunto sobre a hipótese de desativar a central (e não os serviços que fique bem claro) repercutiu bastante durante toda a quarta-feira, 15, tanto na Rádio Clube FM 98,3 que levantou o assunto com exclusividade quanto aqui na página. Rompemos a barreira dos 18.000 acessos únicos em apenas um dia. E o assunto diferente da quarta foi a questão do SAMU. Razão que aponta o quanto a questão interessa a todos. O SAMU salva vidas. E, por enquanto, com a interferência política e a atenção da comunidade, a Central de Regulação do SAMU está salva, em Lages!


NÚMEROS QUE EVIDENCIAM

INTERESSE NO ASSUNTO

A quarta-feira registrou mais de 18 mil internautas passando pela página, evidenciando o interesse do assunto

Um comparativo entre os acessos da terça-feira e da quarta, de acordo com o Google Analytics, aponta o interesse sobre a questão da manutenção da central do SAMU em Lages

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here