Público, definitivamente, sumiu do Tio Vida

0
2502

Era um jogo importante. O Figueirense, apesar dos tropeços recentes, constitui-se uma das principais forças do futebol catarinense. Por outro lado, o Inter precisava vencer para se firmar. Mas nem o apelo de um bom jogo levou público ao Tio Vida. Se num passado não tão distante tínhamos uma média superior a 2 mil pagantes e picos de até 4 mil espectadores no estádio, agora não temos chegado a mil pessoas presentes. Fora a partida contra a Chapecoense que levou quase 2 mil torcedores, os demais compromissos neste ano têm sido de pouca gente para testemunhar.


MENOS DE SETECENTOS

No jogo contra o Figueirense apenas 662 torcedores pagaram ingresso para assistir a partida. A renda foi de apenas R$ 14.230,00.

Apenas 662 torcedores foram assistir Inter e Figueira na noite de quarta-feira no Tio Vida


TV ATRAPALHA?

Talvez um dos fatores que tem retirado o torcedor do estádio seja a transmissão pela TV. Na noite de quarta-feira tanto a TV Fechada quanto a RBSTV transmitiram a partida para Lages. Mas esse esvaziamento do estádio tem preocupado o presidente Cristopher Nunes. “Ainda esperamos que a cidade responda melhor a esse esforço para termos um bom time”, aponta o presidente de forma diplomática, mas sem esconder uma certa tristeza por não ver o torcedor (em quantidade maior) respondendo nas arquibancadas a presença do time em campo.

Para o Clube, a pequena quantidade de torcida somente não é pior porque há faturamento em contrato com a TV para as transmissões. No registro o presidente Cristopher, nervoso, acompanhando o time contra o Figueirense!


Imagens: Zé Rabelo

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here