Alesc: Coruja contesta submissão a Colombo

3
1073

Na sessão ordinária desta quarta-feira (29), ao constatar que o plenário se esvaziou antes mesmo de concluir a análise de dois últimos vetos do governador Colombo pautados, Coruja sugeriu que se adote na Casa o que é feito no Congresso Nacional: o parlamentar que não participar de todas as votações do dia tem o seu ponto cortado e é descontado de seu pagamento, a exemplo do que ocorre com qualquer cidadão trabalhador.


O SILÊNCIO DA OPOSIÇÃO

Pouco antes, enquanto discursava, Coruja fez vários questionamentos aos seus pares. “Aqui se faz oposição ao Trump, ele tem um oposição ferrenha aqui, a exemplo do presidente Temer. Mas em relação ao governo do Estado, não temos oposição, ninguém se manifesta contra”.

Parlamentar lageano tem pontuado críticas à postura dos colegas parlamentares que não contrariam absolutamente nada vindo do Centro Administrativo. Na página de Milton Barão ele escreve sobre as críticas que o deputado Coruja tem feito ao governador Colombo por causa da ausência de ações significativas na Serra

COMPARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. Político só se interessa em construir obras onde tenha retorno “votos”, diga-se de passagem pagamos inúmeros impostos que deveriam ser investidos para o bem do povo.
    A região serrana que tem um minúsculo colégio eleitoral, será com certeza a última a receber algum investimento por parte da administração, pois regiões como Joinville, grande Florianópolis e Oeste tem muita força pelos números de votantes.
    Tem aquele ditado que diz, ” O cavalo encilhado passa uma vez” se não aproveitaram, fazer o quê.

  2. mas ,cade os opositores?não comparecem para dar a sua cooperação?sómente o coruja?por isso que ele é um dos politicos mais se´rio e admiravel em sc.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here