Ceron doa salário de março aos asilos de Lages

3
3110

Prefeito Ceron fez o repasse do seu salário, do mês de março, para três casas asilares de Lages. Foram beneficiados o Lar dos Idosos, Lar Menino Deus e Asilo Vicentino. O valor repassado para cada entidade foi de R$ 5.500,60. “Espero que outras pessoas e que tenham condições façam o mesmo, e juntos possamos amenizar as dificuldades da comunidade que tanto necessita da nossa ajuda”, disse Ceron.

Representantes das três casas asilares de Lages cujos recursos de pouco mais de R$ 15 mil vão ajudar na manutenção das estruturas para atendimento de idosos


DINHEIRO AJUDARÁ NA MANUTENÇÃO

De acordo com os representantes das casas asilares estes valores repassados serão investidos em manutenção, compra de alimentos, utensílios, entre outros produtos para o atendimento dos idosos. “O prefeito se comprometeu em visitar as casas neste mês de abril. Nesta oportunidade vamos mostrar a ele como se dá todo o trabalho de atendimento aos idosos”, comentou a diretora do Asilo Vicentino Zilda Furlan.

George de Bona, presidente do Asilo Vicentino com a diretora Zilda, vereador Luiz Marin e o prefeito Ceron


ANTES DE CRITICAR, AJUDE!

É o terceiro mês que o Gringo – cumprindo aquilo que disse na campanha – doa o salário para ajudar a área social de Lages. Nos dois meses anteriores houve críticas. Se não doasse o salário seria criticado. Doando, também recebe umas pedradas. Mas as mesmas pessoas que criticam, poderiam pegar uns 30 minutos de seu dia e dar uma passadinha no Asilo Vicentino e ver o trabalho que a equipe realiza com os idosos, por exemplo. Também se informar sobre como aquela estrutura é mantida. Assim perceberão que um gesto como esse, destinando R$ 5 mil para ajudar o Asilo é de uma serventia enorme.

COMPARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. (http://reformahoje.org/o-carater-do-hipocrita/)
    O caráter do hipócrita: Em Mateus 23, temos uma cuidadosa descrição do hipócrita, e não conheço melhor método de expor o assunto do que me reportar outra vez às palavras de Cristo.

    Um hipócrita pode ser conhecido pelo fato que as suas palavras e suas ações são contrárias umas às outras. Como Jesus diz: “Eles dizem e não fazem”. O hipócrita fala como um anjo; ele cita textos com a maior rapidez. Ele consegue falar a respeito dos assuntos religiosos, quer sejam doutrinas teológicas, questões metafísicas, ou dificuldades práticas. Em sua opinião, ele sabe muito e quando começa a falar, você com frequência se sentirá envergonhado da sua própria ignorância na presença do conhecimento superior dele.

    Mas repare quando ele chega à prática. O que você vê ali? A maior contradição de tudo aquilo que ele estava dizendo. Ele diz aos outros que precisam obedecer à Lei. E ele obedece? Ah, não! Ele declara que os outros precisam experimentar isto, aquilo, e aquiloutro; e ele expõe um elaborado método de vida, muito acima da própria vida cristã. Mas ele toca aquilo? Não, nem mesmo com a ponta de um só de seus dedos. Ele dirá aos outros o que devem fazer. Mas ele se lembra do seu próprio ensino? Não, não ele! Siga-o até a sua casa, investigue-o no mercado, repare nele enquanto compra: e se você quer refutar a pregação dele, facilmente encontrará argumentos na própria vida dele. Meu ouvinte! Será esse o seu caso?

    Com vergonha, cada um de nós precisa confessar que em certa medida, nossa vida contradiz aquilo que professamos. Coramos de vergonha e lamentamos isso… Ah! Creiam-me, meus ouvintes: falar é fácil, mas fazer é difícil. Falar qualquer homem pode falar, mas o difícil é agir. Nós precisamos de graça interior para fazer santa a nossa vida; mas a piedade só de lábios não carece de graça. A primeira característica de um hipócrita, então, é que ele contradiz com suas ações aquilo que afirma com a boca. Será que alguém de vocês faz isso? Se faz, reconheça a sua hipocrisia, curve a cabeça, e confesse o seu pecado.

    Outra característica do hipócrita é que, quando ele faz algo bom, é com o intuito de ser visto pelos homens. O hipócrita toca trombeta antes de dar esmolas e faz suas orações nas esquinas das ruas. Para ele, ser virtuoso sem ser visto é quase um defeito: ele não consegue ver nenhuma beleza na virtude, a não ser que haja mil olhos a contemplá-la; aí, sim, ela vale alguma coisa. O verdadeiro cristão, como o rouxinol, canta de noite; mas o hipócrita canta todas as suas canções de dia, quando pode ser visto e ouvido pelos homens. Ser bem falado pelos outros é o elixir que prolonga a sua vida. Ser elogiado é como vinho suave para ele. A censura de alguém a respeito de alguma virtude faz com que ele mude de opinião sobre o assunto num instante, pois o padrão dele é a opinião dos seus semelhantes. A sua lei é a lei do interesseiro e da autopromoção: ele cultiva a virtude porque ser virtuoso implica em receber elogios. Mas se amanhã a maldade fosse mais prestigiada, ele se tornaria tão mau quanto os outros. Há muitos que estão à procura é de aplausos.

  2. Assunto chato, mentiroso, demagogia pura. Falta de argumentos para explicar a inoperância, incopetencia. E a nossa imprensa, parcial evidentemente, vai atrás.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here