Bocaina quer mandar pinhão para a China

0
1792

Olha que interessante essa informação. Jorge Córdova, que comanda a Secretaria de Agricultura de Bocaina do Sul tem audiência nesta quarta-feira com o Secretário de Estado da Agricultura, Moacir Sopelsa. Na pauta as articulações para comercialização de pinhão de Bocaina no mercado chinês. Rodrigo Barth compartilhou essa informação e ela acaba sendo até inusitada porque, com a safra fraca e o pinhão indo para o mercado externo, o preço aqui vai para as alturas.

Pinhão brasileiro está sendo prospectado pelos chineses. E Bocaina do Sul, um dos maiores produtores da semente no País, está de olho nesse mercado


Imagem acima do jornalista Ary Barbosa



COMO ESTÁ SENDO A SAFRA

A colheita do pinhão está autorizada desde o sábado, dia 1. Mas a informação não é boa para quem gosta de consumir a semente da araucária em suas mais variadas formas (cozido, assado, paçoca, entrevero, etc). É que a safra desde ano é daquelas regulares (sem muita produção), somada à dificuldade da colheita (carece subir nos pinheiros na maioria dos casos), o preço do pinhão está chegando ao mercado não menos que R$ 5,00 o quilo. Há locais onde o produto chega a R$ 12,00.


AGREGANDO VALOR

Apenas a título de ilustração nessa coisa de preço do pinhão, no Mercado Público em São Paulo, o quilo de pinhão estava sendo comercializado na semana passada a R$ 69,00. Porém, ele já vem descascado e caprichosamente embalado. Eis uma ideia que poderia agregar valor à semente da araucária aqui na maior região produtora de pinhão.

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here