Inter: A mensagem do suborno a Neto Volpi

0
2885

Delegado Márcio Schutz, plantonista que recebeu o Boletim de Ocorrência do presidente do Inter e do goleiro Neto Volpi, com o suposto suborno para levar dois gols diante do Joinville neste sábado, abriu um Inquérito Policial para apurar o caso. “No momento seria precipitado falar em qualquer hipótese”, disse cauteloso a Autoridade Policial, em entrevista ao DC sobre o caso. Schutz trabalhará na linha de investigação sugerida pelo Estatuto do Torcedor que criminaliza prática de alterar ou falsear resultado de competição esportiva.


O TEOR DA MENSAGEM

Além da imagem do presidente do Inter e de Neto Volpi na delegacia registrando B. O. por causa do suposto suborno, as redes sociais apresentam o teor do referido boletim na polícia e a mensagem que o goleiro teria recebido dos supostos aliciadores. Eis o conteúdo:

Portanto, a oferta era de R$ 15 mil para que o goleiro do Inter tomasse dois gols na partida deste sábado contra o Joinville


SITES DE APOSTAS

Ao Diário Catarinense, o vice-presidente do Inter, jornalista Patrick Cruz, disse que o caso está nas mãos da polícia. Ele informou que o Inter lamenta os fatos. Patrick crê não existir interferências de clubes, mas de sites especializados de apostas. Ele defende a postura do goleiro e avisa que ele será escalado para a partida contra o JEC.

— Ele não tem culpa de nada. Ele mostrou que tem caráter e honra a profissão. Deixá-lo fora do jogo seria puni-lo por algo que ele não tem culpa — frisou o dirigente ao DC.

Neto Volpi, nesse registro do Fom Conradi, tem sido uma das forças do colorado lageano no campeonato. O time enfrenta o JEC neste sábado e briga com o Metropolitano (adversário direito) para escapar do rebaixamento para a Segundona de 2018

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here