Combustíveis: Vereador Lucas busca respostas

Combustíveis: Vereador Lucas busca respostas

0 740

Vereador Lucas Neves (PP) continua a cruzada pela fiscalização que certifica a qualidade do combustível em Lages. Sustenta que é de responsabilidade do Procon tal tarefa. E como o Procon não respondeu indagações sobre assuntos do setor, ele está insistindo na questão. Lucas cobra do Executivo (prefeito) e do Procon respostas aos questionamentos:

“Entregamos um documento oficial e não obtivemos nenhuma resposta. Pedimos mais respeito ao trabalho do vereador, pois estamos aqui representando a comunidade, a qual nos solicita esses esclarecimentos”.


MAS O PROBLEMA RESIDE

EM OUTRA SITUAÇÃO

O Procon não tem atribuição de aferir qualidade de combustível. E mesmo se tiver (algo que seria interessante), o órgão em Lages não possui equipamentos para tanto. A análise não é feita no zóio. São necessárias coletas de material (gasolina, diesel, etanol), realização de exames e outros procedimentos. Até onde a gente sabe, é a ANP que faz isso. E se constitui num procedimento tão complexo que o próprio dono do posto tem que pagar. E não é pouco pela aferição da qualidade.


PERGUNTAS DO VEREADOR

Assim, as indagações do vereador Lucas Neves ao Procon, podem encontrar respostas como essa:

Quantos postos foram fiscalizados?

Pelo Procon, nenhum!


Quais os postos que foram aferidos?

Pelo Procon, nenhum

E assim por diante…

Não sei se o vereador Lucas sabe, mas para a ANP – Agência Nacional do Petróleo analisar a qualidade do combustível, o custo para o proprietário é superior a R$ 2 mil. E não é esse valor por posto, mas por bomba aferida!

Sem comentarios

Deixe uma resposta