Rodovias estaduais entram devem receber pedágios

1
1100

“A concessão das rodovias é a alternativa reconhecida mundialmente como a solução para manter as estradas com alto padrão. Não vamos federalizar as rodovias catarinenses, mas garantir a manutenção e qualidade delas. O Governo do Estado investiu R$ 4 bilhões em duplicação, restauração e construção de novas estradas pelo Pacto por Santa Catarina”. Palavras do secretário de Estado do Planejamento Murilo Flores. A princípio ele não se refere à concessão (pedagiamento) de rodovias a vulso. Mas daquelas que estão integradas a rodovias federais que serão privatizadas, como a Rodovia do Arroz e a estrada da Serra Dona Francisca, ambas relacionadas à concessão da BR-280, no Norte.


NA SERRA, POR ENQUANTO NÃO

No passado se cogitou a concessão do trecho da SC-114 entre a BR-282 e Otacílio Costa. Mas por enquanto tal traçado não integra os estudos, até porque, até meados de 2020 esse trecho deve estar em obras por conta da recuperação prevista. Mesmo que pretendesse concessionar rodovias como essa em direção a Otacílio Costa ou até mesmo a estrada para São Joaquim, o custo do pedágio seria relativamente barato. É que quando uma empresa vence uma concessão numa rodovia que está revitalizada, sem precisar fazer muitas obras, o custo para remunerar a manutenção é bem mais em conta.

Não há cogitação de incluir rodovias estaduais da Serra no plano de concessões. A estrada para Otacílio Costa está assim, em obras com a colocação de pavimento de concreto

COMPARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Essas praças de pedágio aceitam “cartão IPVA”? Semana passada fiz o pagamento do meu, porém, não estão aceitando, seria algum tipo de “erro no sistema”?

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here