Deputada Carmen recebe recado contra reformas

0
497

O ato na frente da casa da deputada Carmen Zanotto (PPS) evidencia que não será possível agradar dois senhores: Ou os parlamentares se posicionam ao lado da população a ser afetada pelas reformas (trabalhista e previdenciária) ou optam por apoiar o Governo (no argumento de ‘salvar o País’) e sofrerão os desgastes decorrentes de tais posicionamentos.


QUESTÃO DA ‘SALVAÇÃO’

O PPS votou pela urgência no projeto da Reforma Trabalhista. O partido incluiu 19 emendas procurando preservar alguns direitos aos trabalhadores. Mas o texto da reforma trabalhista, tal qual da reforma previdenciária, contém perversidade enorme. Daí a insatisfação de quem será afetado pelo conjunto de regras e, como vem ocorrendo, aprovado goela abaixo. O argumento é de que a reforma é para permitir investimentos no País, combatendo o desemprego. Mas há controvérsias. E muitas!


POSIÇÃO DA DEPUTADA

Assessoria da deputada Carmen Zanotto se apressou em esclarecer que o protesto na frente da casa dela foi um ato democrático. E que o PPS apenas pediu urgência na reforma diante do compromisso do Governo Temer de aceitar as emendas sugeridas. “Reafirmo o meu compromisso de lutar pelo melhor texto que garanta os direitos dos trabalhadores e ao mesmo tempo possibilite novos investimentos no nosso país, oportunizando mais vagas de trabalho”, diz a nota enviada pela assessoria, sobre o posicionamento de Carmen Zanotto.

Os cartazes na cerca da residência da Deputada Carmen dá o tom do protesto, pedindo que a parlamentar seja contra a Reforma Trabalhista, independente do teor a ser costurado através de emendas!

O protesto na frente da residência da deputada lageana foi liderado por um grupo de mulheres, diante do novo regramento na legislação trabalhista que deve penalizar o trabalhador brasileiro


QUER ENTENDER UM

POUCO DAS MUDANÇAS?

Nesta terça-feira, 25, a partir das 10 horas da manhã a Rádio Clube FM 98,3 promove um debate expositivo sobre os pontos da reforma trabalhista. Oportunidade do público ficar sabendo de forma mais descomplicada, o que é que estão aprontando para cima do trabalhador brasileiro com as mudanças que se pretende implementar!

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here