Remates: 2.109 animais rendem R$ 2,5 milhões

0
531

De sexta a domingo foram comercializados mais de 2.109 cabeças de gado (terneiros e terneiras) em três feiras realizadas nos municípios da Serra. São Joaquim abriu a agenda de remates. Os preços médios estiveram um pouco abaixo do esperado. No entanto, todos os 778 animais inscritos na feira foram comercializados resultando num faturamento de R$ 906 mil. No sábado, (22), em Campo Belo, o melhor resultado. Todos os 679 animais foram comercializados. Na média, os machos foram vendidos ao preço de R$ 7,10 e as fêmeas em R$ 6,28. A venda atingiu R$ 840 mil.


CAPÃO ALTO

Já no domingo (23), em Capão Alto, o bom cenário para o mercado bovino se repetiu, com 652 animais comercializados, resultando no faturamento de R$ 815 mil. O quilo vivo do macho atingiu R$ 6,85, e as fêmeas, R$ 6,00. No total, nos três locais se alcançou R$ 2.561.000,00 em negócios. “Os preços médios destas feiras e o total comercializado estão parecidos com os praticados em 2016, sem muita margem de oscilação”, avaliou o presidente da Associação Rural de Lages, Márcio Pamplona.


AGENDA EM BOM JARDIM E LAGES

Bom Jardim da Serra divide a oferta dos animais: No sábado (29), o arremate será só para venda de fêmeas, na 34ª Feira da Terneira, e no dia 1º de maio, a vez dos machos, com a realização da 39ª Feira do Terneiro. No dia 6 de maio, a vez do Parque Conta Dinheiro, em Lages, receber uma leva de mais de 1,3 mil animais. No sábado seguinte, dia 13, a segunda parte do leilão, com outros 1,3 mil animais jovens na pista de arremates.

Animais colocados à venda nas feiras deste final de semana em três municípios da Serra. A agenda de remates segue durante o mês de maio

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here