Ceron: “Faço isso para motivar outras pessoas”

1
677

“Na condição de gestor estou com as mãos amarradas. Não tenho como passar por cima da lei do Marco Regulatório. Mas enquanto pai e cidadão, posso dar minha contribuição para essa entidade que há mais de 50 anos auxilia e transforma a vida de centenas de crianças”.

Palavras do prefeito Ceron ao fazer a doação integral do seu quarto salário para o Orfanato – Irmandade Nossa Senhora das Graças. A entrega do cheque no valor de R$ 16.501,82 aconteceu na sede da instituição. “Eu sei que essa doação não resolve o problema, mas faço isso para motivar outras pessoas”.


SE VOCÊ SE SENTIU MOTIVADO

A AJUDAR O ORFANATO...

A partir da segunda quinzena de maio, inicia a Ação Social entre Amigos, que este ano sorteará um veículo zero quilômetro modelo Prisma. O valor de cada bilhete é R$ 10,00 e são vendidos em uma barraca no Calçadão, com os festeiros ou diretamente na instituição. Outra forma de contribuição pode ser também através de depósito no Banco do Brasil agência 3078-3 conta corrente 613373-8.

A presença do prefeito Ceron no Orfanato de Lages levando a contribuição pessoal para ajudar a entidade que antes recebia e agora não recebe mais dinheiro público por causa do Marco Regulatório e, por causa disso, enfrenta sérias dificuldades




EMPREENDIMENTOS DA

TERRA ENGENHARIA SE

DESTACAM EM LAGES

Terra Engenharia tem destacado a sua atuação no mercado de imóveis de Lages com empreendimentos de elevado padrão de qualidade.

Residencial Terra – no bairro Frei Rogério – assim bem pertinho da Avenida Duque de Caxias e do Centro de Lages é exemplo de empreendimento com a marca Terra Engenharia

Visite o portal e se informe sobre as opções e financiamento, através da Caixa. Ligue para a Terra Engenharia ou no (49) 99162 6278

COMPARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Na verdade é tudo um jogo de cena. O Art. 30 do Marco Regulatório, incisos II e IV, diz que o prefeito SE QUISER pode dispensar o chamamento (licitatório) para firmar os termos de fomento, parceria e cooperação com as entidades assistenciais. BASTA QUERER.
    Só que fica muito mais fácil fazer assistencialismo barato “doando” salário par aparecer na Midia. Qualquer pessoa está percebendo isso. E a pergunta que não quer calar: o que tem sido feito na área social do Município? no relatório dos 100 dias de (Des)Governo, não aparece nada sobre a área social… porque nada foi feito. Só mesmo a criação de um nova secretaria que está disputando a tapas com a assistência social quem vai dar os cursos de artesanato… Mas ação efetiva, nenhuma. Ao contrário, temos idosos sendo postos ao desabrigo e sem assistência por incúria do Sr. Prefeito. Entidades com mais de 30 anos de existência fechando as portas… E onde está nossa Câmara? o que estão fazendo nossos Vereadores (salvo honrosas excessões, a maioria tem algum parentinho empregado na mãe Prefa…) E o Ministério Público que deve defender a moralidade pública vai acionar o Poder Público por dano moral coletivo? e O Observatório Social? E o Fórum das ONgs em Lages?…

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here