Chapecó tem 8 voos diários e Lages ‘quase um’

0
2936

Lages, esta senhora cidade com seus dois séculos e meio de existência, tem medido seu desenvolvimento pelo tráfego aéreo. Quando o noticiário sobre os voos se acalma é porque a economia está pulsando. Porém, uma medida ou outra que altere as milhagens e os apocalípticos entram em pane. E lá vem o vivente comparar a paróquia lageana com Chapecó: “Lá tem voo diário e por qual razão aqui não tem?” Mas não tem como comparar.


ALGUNS DADOS

SEM COMPARAÇÃO

Chapecó possui atualmente oito voos diários. Isso mesmo. A Azul que não tem um voo diário em Lages, possui 4 em Chapecó (Porto Alegre, Florianópolis e dois a Campinas). A Avianca possui outros dois e a Gol mais dois. A Azul tenta um quinto voo diário em Chapecó. E o que diferencia os dois municípios de população quase idêntica e economia semelhante? A localização.


COMO LOCALIZAÇÃO?

Os passageiros que sobem ao céu em Chapecó são do Grande Oeste Catarinense (desde Campos Novos até Dionísio), além de um pedaço do Paraná e de toda aquela costa Norte do território gaúcho. Lages, quando muito, consegue agregar alguns passageiros do Alto Vale, outros do Contestado e um ou outro do Meio Oeste. E só. Quem está em Vacaria fica mais fácil pegar voo em Caxias, por exemplo.


REALIDADE LAGEANA

Os voos da Azul oscilam entre 70 e 80% de ocupação. É bom, mas para um único voo diário a Campinas, constitui-se num percentual apenas regular. E as medidas que a Azul adota, reduzindo os voos, é uma tentativa de aumentar a ocupação nos dias disponibilizados. Logo, se houvesse demanda, a Azul não apenas manteria voo diário (e não apenas quatro vezes por semana), como estudaria um segundo voo diário, talvez um terceiro. É o que faz em Chapecó onde tenta implantar um quinto voo.


LOGO

É lamentável que a Azul reduza os voos. Mas as companhias aéreas lidam com demanda. Se essa não é tão significativa, ocorrem readequações. Talvez os mesmos empresários que cobram, até com certa razão, para que a prefeitura pressione pela manutenção dos voos, poderiam também se mobilizar para uma ocupação ainda maior da linha aérea. Dias atrás colega advogado chamava a atenção por causa da grande quantidade de lageanos pegando voos em Floripa, quando poderia utilizar a linha aérea a partir de Lages.

Aeroporto de Lages tem estrutura e condições de atender um número maior de voos. Mas questão está ligada à baixa demanda de passageiros. Daí…

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here