Colombo: “Delator sob pressão vende a mãe”

0
5279

Ao participar de um evento coordenado pelo conterrâneo Cosme Polese na SCGás nesta segunda-feira, 22, governador Colombo não evitou a imprensa e nem deixou de falar sobre a delação do diretor da JBS, Ricardo Saud. O governador aponta que as doações da JBS para Santa Catarina foram oficiais, feitas no diretório nacional do PSD que depois repassou os valores para o partido no Estado.


ENTREGA NO ANGELONI

O delator Saud disse que efetuou a entrega de R$ 2 milhões dentro de uma das filiais dos Supermercados Angeloni. Até sobre isso Colombo se manfestou:

“Quanto ao repasse em supermercado, eu não conheço, nunca participei, todas as pessoas da campanha não têm informação sobre isso. Isso não existiu”.


‘VENDE A MÃE’

“Um delator sob pressão, ele vende a mãe e foi exatamente o que esse sujeito fez. Não há nenhuma prova, é de uma irresponsabilidade absurda”.


TAL QUAL PARA ODEBRECH

SC NÃO DEU NADA À JBS

Governador Colombo aponta que:

“O importante é que o governo do Estado não deu nada em troca, absolutamente nada em troca. A delação que eles fazem é de que teriam tentado negociar a Casan e isso não aconteceu. Não foi vendida nenhuma ação. Eles não denunciam nada além disso”.


OAB PEDIU INFORMAÇÕES

PARA DECIDIR O QUE FAZER

Da postura da OAB catarinense o governador apontou:

“A OAB tinha também que se preocupar com essa política de delação que está acontecendo”.

Colombo desabafa: “Eu tenho 40 anos de vida pública, 10 mandatos e não tenho nenhum processo na Justiça até hoje. Será que isso não vale nada?”


P. S.

A íntegra da entrevista de Colombo na fala desta manhã foi publicada no DC e está aqui!

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here