Arruda: Paço bem melhor que ‘aquilo’ encontrado

0
1115

“A administração está muito melhor que aquilo encontrado da administração anterior. Temos procurados solucionar, sempre dentro da lei, as demandas que incluíram essas providências em relação ao reordenamento de cargos para algumas funções específicas. Não existe polêmica e nem problema. Os vereadores que entenderam o projeto, aprovaram. Apenas se absteve”.

Palavras do secretário Arruda ao esclarecer durante o Clube Comunidade – Clube FM 98,3 – a respeito dos 429 cargos criados, ao passo que outros foram extintos, no ‘esforço concentrado’ da Câmara de Vereadores nesta semana. Segundo Arruda, a administração trabalha com um prazo para demitir todos os contratados, atendendo a determinação judicial. “E estamos providenciando de forma legal a substituição gradativa a ser feita”.


ARRANJO PARA CABO ELEITORAL?

Um ouvinte da Clube FM enviou pergunta se a engenharia na Câmara não era para acomodar cabos eleitorais e Arruda, num estilo bem mais diplomático que no passado, foi cirúrgico na resposta:

“A providência é para resolver um problema da prefeitura. O prefeito não toma tomar decisões para daqui a pouco responder processo. Quanto a questão dos cabos eleitorais, se esses tiverem competência e passarem num processo seletivo por precisarem de emprego, eles resolverão o problema dele. Mas o processo seletivo é aberto a todos e, atendendo as exigências e tendo bom desempenho, passa quem é cabo eleitoral e que não é”.

Arruda esclareceu a razão da criação dos 429 cargos que, em nada têm a ver com novos cargos comissionados, cujo preenchimento se dará exclusivamente por processo seletivo, atendendo a legislação


ASSIM

Arruda confirmou aquilo já informado pelo prefeito Ceron. Dos 429 reordenados e aprovados na Câmara, 100 deles é para contratar assistentes de serviços gerais para escolas e 70 para cozinheiras. Tudo para suprir a falta que aqueles profissionais que prestavam serviços pelos CPPs farão, a partir do fim do contrato com a Orbenk.


DOIS MILHÕES DE DIFERENÇA

Secretário Arruda e prefeito Ceron não falam dos mesmos números quando o assunto é pagamento das dívidas herdadas da administração anterior. Ceron disse aos empresários da Acil que desde janeiro foram pagos R$ 20 milhões. Arruda disse hoje na Clube FM que até o momento foram liquidados R$ 18 milhões das dívidas dos ‘homens de antes’. Tem R$ 2 milhões de diferença na conta de ambos!

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here